8 °C
Home

70% dos frangos vendidos no Reino Unido estão contaminados, diz FSA

|

chicken

Sete em cada dez frangos vendidos no Reino Unido estão contaminados com a bactéria campylobacter, que, em algumas ocasiões, pode causar a morte. A informação foi revelada nesta quinta-feira pelas autoridades britânicas. Segundo relatório da Agência de Segurança dos Alimentos britânica (FSA, sigla em inglês), 18% dos frangos infectados estão no grau mais tóxico desta bactéria, que produz infecções intestinais e que pode ser mortal em crianças pequenas, pessoas idosas e indivíduos com baixa imunidade.


 


 


O estudo foi feito ao longo de seis meses e concluiu que nenhum dos grandes supermercados britânicos cumpre com as normas da indústria para reduzir esta bactéria, que morre com o cozimento do frango, mas que a cada ano deixa doentes 280.000 pessoas no Reino Unido. A FSA já emitiu um aviso público para que as pessoas deixem de lavar o frango antes de cozinhá-lo porque a bactéria só é eliminada com o cozimento.


 


O Asda (foto) apresentou o maior nível de contaminação, com 78% dos frangos testados infectados, sendo 28% com os maiores níveis. Co-op ficou em segundo, seguido por Morrison's, Sainsbury's e Waitrose. Marks & Spencer teve a segunda menor porcentagem de testes positivos. O Tesco teve a menor marca, com 64% dos animais testando positivo.