12 °C
Home

Lloyds confirma demissão de 9 mil funcionários

|

SONY DSC

O banco Lloyds confirmou que vai demitir 9 mil funcionários e vai fechar 150 agências nos próximos três anos. O banco britânico, liderado por António Horta-Osório, quer poupar para investir nos serviços bancários online ou via celular. O Lloyds vai assim cortar 10% dos efetivos, depois de já ter despedido 43 mil pessoas desde 2008.


 


O grupo, ainda detido pelo governo britânico em 25%, anunciou um aumento das provisões em 900 milhões de libras para fazer face a queixas ligadas à venda forçada de seguros para empréstimos. Mesmo assim, no terceiro trimestre, registou lucros de quase 700 milhões de libras, contra prejuízos no mesmo período no ano passado.