12 °C
Home

Londres deverá ter trens sem condutores no metrô em 2030

|

Mat01_Page05

Trens sem condutores estarão em operação a partir de 2030, de acordo com um documento divulgado à imprensa pelo Transport for London. Até agora, tinha levava a crer que os trens sem condutor, que acontece em Paris, estariam em operação em 2020, mas um documento conhecido como "Novo metrô para Londres" distribuído garante que seria mais perto do final do na próxima década. O documento diz: "Quando o novo metro entrar em serviço na linha Piccadilly, teremos um operador de trem a bordo e isso vai continuar até que a frota antiga seja substituída. Isso levará muitos anos, aproximadamente até 2025. Qualquer decisão sobre a automação completa entrará em vigor após essa data".


 


O documento reconhece que os trens sem condutor são uma "área de preocupação especial" e insistiu que o operador inicialmente estará a bordo. ASLEF, que tem 60 por cento dos motoristas de metro como membros, prometeu "guerra total" aos trens sem condutor. A RMT, que representa os 40 por cento restantes, estão em oposição por motivos de segurança. Mike Brown, diretor da London Underground, disse: "o novo metro de Londres significará viagens mais rápidas, confiáveis e frequentes para nossos clientes”.


 


Electric Avenue Brixton brilhará novamente


A icônica Electric Avenue em Brixton está sendo melhorada após o Borough de Lambeth garantir dinheiro da Heritage Lottery Fund para melhorias e projetos comunitários. O caminho que ganhou fama com Eddy Grant em 1983, foi construído na década de 1880 e foi a primeira rua comercial no país a ser iluminada. O dinheiro será gasto na recuperação de edifícios na rua e em uma série de projetos comunitários, incluindo uma proposta para gerar eletricidade a partir da energia solar.


 


Jack Hopkins, membro do gabinete para o crescimento e a criação de emprego do Borough, afirmou  estar "muito feliz de trazer este projeto de £ 1.95 milhões financiado pela Heritage Lottery Fund, que não teria sido possível sem o apoio da comunidade". Sue Bowers, chefe do Heritage Lottery Fund London, disse que "o projeto possibilita a restauração de uma série de edifícios no centro de Brixton. Isso não só fortalece como reforça o caráter histórico da área, além de ajudar na revitalização da economia local".


 


Luz verde para apartamentos no antigo Royal Mail em Clerkenwell


O prefeito de Londres, Boris Johnson, deu luz verde à uma remodelação do prédio de Mount Pleasant Royal Mail em Clerkenwell, apesar da forte oposição local. Funcionários do prefeito de Londres recomendaram a aprovação para a construção de 681 apartamentos no antigo local do serviço de triagem postal. O prefeito, Boris Johnson, pediu a aplicação em janeiro, depois que o Royal Mail Group se queixou que os dois councils envolvidos, Camden e Islington, rejeitaram o pedido.


 


Por Ulysses Maldonado