7 °C
Home

Neste domingo, em Londres, acontece o I Fórum Internacional da Criança Migrante

|

Mat01_page03

Todo filho de brasileiro pelo mundo pode participar no dia 12 de outubro do I Fórum Internacional da Criança Migrante: “Vozes da Infância Brasileira em Londres”, que acontece na sede do European Commision, em Londres, das 9h às 13h. Será uma oportunidade das crianças aprenderem sobre os seus direitos como cidadãos, independente da situação socioeconomica e dos status imigratório. No fim do Forum todos receberão um certificado de participação pela Universidade do Minho, de Portugal. O European Commission fica na 32 Smith Square, SW1P 3EU.


 


Sob coordenação do Núcleo do Teatro do Oprimido de Braga, em Portugal, as crianças serão convidadas a participarem do Teatro Fórum, uma modalidade do Teatro do Oprimido, criado pelo dramaturgo Augusto Boal. A atividade envolverá as crianças com atores na busca de soluções às questões levantadas na peça. Além do Fórum, será apresentado o trabalho realizado pela Associação Projeto Criar (APC), entidade que atua juridicamente em defesa dos direitos da criança em Portugal. A advogada e vice-presidente da APC, Leonor Valente Monteiro, apresentará uma palestra sobre os direitos das crianças.


 


“Precisamos dar visibilidade as crianças migrantes na construção de políticas publicas e com atenção ouvir suas experiências com relação a sua integração e inserção social. É muito comum pessoas assumirem que as crianças que nascem em outro país ou filhas de pais imigrantes se adaptam facilmente e não sofrem com os problemas e desafios do processo migratório da família. Estas crianças, por serem os primeiros membros da família a apreender o idioma, acabam se tornando tradutores e muitas vezes participando das decisões de assuntos sensíveis que não caberiam a uma criança mediar, tendo também o fato de serem discriminadas no ambiente escolar pela sua diferença cultural”, explica Marisa Aranda, uma das organizadoras do Fórum e fundadora do Migrante Children Network, que tem como objetivo empoderar crianças migrantes a vocalizarem suas experiências.


 


De modo presencial ou a distância, podem participar do I Fórum Internacional da Criança Migrante as crianças nascidas no Brasil que residam em qualquer outro país do mundo ou filhas de brasileiros que com eles residam em qualquer outra nação; crianças não brasileiras que convivam com criança brasileira inscrita no Fórum; e adultos que desenvolvam ou pretendam desenvolver projeto de intervenção em defesa aos direitos das crianças.


 


As crianças podem enviar desenho, texto, fotografia, áudio ou video sobre uma de suas experiências cotidianas. As crianças autoras dos melhores relatos serão premiadas com uma viagem para desfrutar de uma atração local no país de seu interesse.


 


"É preciso desvincular o dia 12 de outubro dos apelos mercadológicos e devolvê-lo à criança brasileira como uma data relacionada à aquisição de um direito: o direito de ter no calendário um dia dedicado exclusivamente a ela. Um dia conquistado no ano de 1924, por decreto presidencial. Ano em que a Sociedade das Nações adotou a Declaração de Genebra, relativa aos direitos das crianças, considerando-as como dignas de respeito, proteção e liberdade. A realização do I Fórum internacional da Criança Migrante tem o propósito de atender a recomendações como esta", finaliza Denise Hosana Moreira, pesquisadora em Sociologia da Infância e professora da Universidade Estadual do Piauí.


 


Para facilitar a participação das crianças, um ônibus sairá da Igreja de Willesden Junction às 8h para levá-las ao evento. Para reservar um lugar, por favor, entrar em contato com Denise pelo telefone 07477062571. Mais informações sobre o I Fórum Internacional da Criança Migrante: Vozes da Infância Brasileira em Londres podem ser obtidas no site  www.infanciamigrantebr.net ou nowww.facebook.com/infanciamigrantebr ou pelo email info@midiamundi.com


 


Por Simone Pereira