15 °C
Home

Londres é a cidade mais cara do mundo para viver e trabalhar

|

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Uma pesquisa realizada pela Savills apontou Londres como a cidade mais cara do mundo para viver e trabalhar. A empresa de serviços imobiliários citou o aumento do valor da renda e o fortalecimento da moeda como os principais motivos. A capital inglesa desbancou Hong Konk, que na última pesquisa havia sido apontada como a mais cara. (Foto: FreeImages)


 


De acordo com a publicação financeira, os custos relativos a trabalhar e viver em Londres subiram quase 40% desde 2008 em dólares. No universo das 12 cidades mais caras, neste período, apenas o Rio de Janeiro e Sydney ultrapassaram a capital britânica em termos de crescimento dos custos.


 


Londres ocupa o topo da tabela, com Hong Kong e Nova Iorque em segundo e terceiro, respectivamente. Paris está na quarta posição e Tóquio é a quinta cidade mais cara. O Rio de Janeiro, que abrigou a final da Copa do Mundo este ano, ocupa o décimo primeiro lugar e Bombaim, na Índia, é a décima segunda onde os custos de viver e trabalhar são mais elevados.


 


Para Yolande Barnes, diretora de pesquisa da Savills, as cidades mais caras podem não ser "necessariamente" as mais desejáveis ainda que as pessoas "possivelmente não estivessem nas cidades mais dispendiosas se esta não fosse a mais desejável". "Pode se ver de duas perspectivas. Do ponto de vista dos investidores, significa que os retornos cresceram. Mas como habitante, procurar arrendar na cidade, claramente torna Londres menos atractiva comparada com outras cidades", aponta, citada pelo Financial Times.


 


Segundo a análise da empresa imobiliária, Savills, a capital britânica destronou Hong Kong, que ocupou o primeiro lugar nos últimos cinco anos. Nova Iorque surge em terceiro lugar e Paris em quarto.


 


Segundo o relatório, em Londres, os preços das casas subiram mais de 18% no último ano e o preço do aluguel aumentou nove. A isto junta-se o fortalecimento da libra. A Savills estima que o custo anual para viver em Londres é de mais de 120 mil dólares, correndo o risco da cidade se tornar menos competitiva. Em 2008, Londres estava no quinto posto. Desde então os custos para trabalhar e viver na cidade subiram 40%.


 


Com agências internacionais