18 °C
Home

Big Ben para por quatro dias para limpeza do relógio

|

Mat02_Page05

Quem passou por Westminster pôde notar que os ponteiros Big Ben de marcam 12h em ponto desde as 10h de segunda-feira. Isso porque o mecanismo do relógio foi desligado para facilitar os trabalhos de limpeza que durarão até o final da semana. Os milhares de turistas que a cada dia se aproximam do Palácio de Westminster, sede do parlamento britânico e um dos pontos mais visitados da capital britânica, observarão durante estes dias o trabalho de quatro operários - que ficam suspensos com cordas para a limpeza do relógio.


 


Os encarregados da limpeza dedicarão um dia a cada um dos quatro lados do Big Ben, no alto da torre, de 95,7 metros. Cada um desses lados é composto por 312 peças de fino vidro de cor branca, montadas em uma estrutura de ferro fundido. "É um processo complexo que requer verdadeira destreza nas alturas. Contamos com uma equipe de especialistas que se assegurará que o relógio ficará perfeitamente limpo. Trata-se de uma peça do patrimônio nacional que devemos salvaguardar para as futuras gerações", explicou Steve Jaggs, responsável de manutenção do relógio.


 


Apesar dos ponteiros permanecerem parados até quinta-feira, ou bem até sexta-feira se as condições meteorológicas atrasarem o trabalho, o mecanismo interno do relógio continuará funcionando. O grande sino de 16 toneladas seguirá marcando as horas com pontualidade britânica, por isso que os operários trabalham com um equipamento especial para isolar o barulho.


 


Big Ben não é o nome do relógio, mas apenas o apelido do sino dentro da torre. Em 2012, a torre mudou de nome para comemorar os 60 anos do reinado da rainha Elizabeth II. Anteriormente, era chamada de Clock Tower, torre do relógio, e agora se chama Elizabeth Tower. Cerca de 10 milhões de turistas e londrinos passam todos os anos no interior da Torre Elizabeth, uma visita gratuita para a qual é necessário se inscrever em uma lista de espera que em algumas ocasiões alcança os quatro meses.


 


O relógio britânico foi inaugurado em abril de 1859, mas não começou a funcionar até finais de maio desse ano porque os ponteiros de ferro originais eram pesados demais e foram substituídos por outros mais ligeiros, de cobre.