2 °C
Home

Como conseguir passar da etapa de subemprego para um emprego qualificado? Confira algumas dicas

|

Foto01_Page05

Já me perguntaram muitas vezes se eu realmente já lavei prato como eu disse em algumas entrevistas, e a resposta é SIM. Já lavei muito prato e muita privada quando cheguei em Londres. Também já montei muitos móveis no final de semana para poder pagar o cartão de transporte da semana. Na chegada em qualquer país a vida é muito difícil e você se sujeita a fazer coisas que normalmente não faria na sua cidade se estivesse no Brasil.


 


Como você faz para 'subir na vida' quando está morando no exterior?


Bem, tudo começa com o seu nível de inglês. Como dizem os ingleses 'it's a catch 22', ou em português, seria um 'circulo vicioso'. Se você não tem um bom nível de inglês (e também visto ou passaporte europeu, é claro) você não consegue um bom trabalho. Claro que a definição de 'bom trabalho' é bem diferente para cada um . Vamos supor que para você um bom trabalho seja um em que você ganha pelo menos umas £1200 por mês, tenha folga no fim de semana ou à noite e onde você passe o dia com estrangeiros e falando inglês. É assim que você quer viver?


 


Caso seja esse o seu objetivo, você tem que se colocar no lugar do empregador:


- Você empregaria alguém que não fala inglês muito bem, sendo que existem outras pessoas que falam melhor a língua e possuem a mesma qualificação?


 


Bem, essa era a minha situação quando cheguei em Londres há 12 anos. Eu falava 'mais ou menos' a língua, tranquei a faculdade (e nunca terminei) e era analista de suporte terceirizado da Microsoft. Eu tinha visto de estudante, falava 'mais ou menos' inglês e não me restou muito mais alternativa do que trabalhar na cozinha ou com faxina. E aí, como mudar a situação? Estudando!


 


Eu estudava à noite, no ônibus, final de semana e tentava ao máximo fazer amizades com ingleses. O melhor lugar para encontrá-los? Eu ia em diversos PUB’s, é claro, afinal já diz o ditado "não se faz amigos bebendo leite". Você tem que sair da sua zona de conforto e lembrar o tempo todo quais objetivos lhe trouxeram à Europa e onde você quer chegar. 'Te vira, pois você não é quadrado!'. Só você pode sair desta situação e a melhor maneira de fazer isso é estudando, mesmo que seja em uma escola mais barata ou gratuita, como esta aqui: http://www.training4tefl.com/free-english-lessons-in-central-london.html#.U6mguY1dU7s


 


Existem muitas outras escolas que oferecem cursos gratuitos, basta pesquisar como 'free english tuition in London'. Outra coisa que você pode fazer para melhorar seu inglês é um 'intercâmbio de línguas'. Procure pessoas que querem fazer o mesmo, que já falam inglês e querem aprender a falar português, elas podem te ensinar.  Existem várias maneiras gratuitas de adicionar experiências em seu currículo: uma delas é fazer  trabalho voluntário e a outra é participar de um estágio em uma empresa inglesa, na área que você quer atuar. Se você trabalhava com Marketing no Brasil e está aqui trabalhando em um café, tire um dia de folga e inscreva-se para trabalhar de graça neste dia em uma agência de marketing ou em uma empresa que tenha um departamento de Marketing. Seu chefe certamente vai dar muito mais valor para a sua iniciativa.


 


Se você está pensando 'quer dizer que eu tenho que trabalhar de graça?' - pense nisso como um investimento para a sua carreira. Se você pensa em voltar para o Brasil para atuar na sua área, o que você acha que vai ficar melhor no seu currículo? A experiência de um ano de trabalho em um café ou três meses em uma agência de marketing? Ninguém precisa saber que você trabalhou de graça, o que importa é a experiência que você ganhou, os contatos que fez e o aprendizado dentro de uma empresa internacional. Já trabalhei muito de graça e também como voluntário para ganhar experiência na carreira e não acho que tenha nada de errado nisso. Procure eventos de networking, palestras e seminários. Londres é a cidade das oportunidades e com certeza você terá um lugarzinho ao sol, quando ele resolver brilhar.


 


Rafael dos Santos
www.rafaeldossantos.com
@rafael_santos


*Rafael dos Santos mora em Londres desde 2001. É autor do livro 'Mudando de País - um passo de cada vez' (http://goo.gl/9HFqAf) e fundador da nova rede social www.roominthemoon.com que conecta pessoas que estão mudando ou já moram em outro país.