18 °C
Home

Governo britânico teria alterado dados sobre Jean Charles na Wikipédia

|

3565C8D0-EB25-373D-68898676E5A0D02C

O jornal The Guardian afirma que as alterações feitas recentemente no artigo da Wikipédia sobre o brasileiro Jean Charles de Menezes aconteceram por computadores usados pelo governo britânico. O eletricista brasileiro foi morto em 22 de julho de 2005, em Londres. De acordo com publicação, ativistas rastrearam computador e encontraram o número do aparelho de onde foi feito um parágrafo que critica os grupos que exigiram investigações mais detalhadas sobre o caso do brasileiro. Este aparelho seria do governo. (foto: divulgação)


 


“Houve certa repercussão negativa contra Menezes, com tabloides britânicos em especial protestando por ele ter recebido mais espaço do que qualquer uma das 52 pessoas que morreram nos atentados a bomba. Grupos ‘anti guerra’ que defendem o caso de Menezes ignoram o destino das vítimas dos atentados, com alguns chegando a ‘compreender’ os atentados em função do papel do Reino Unido no Iraque”, diz a alteração, que teria sido feita em um computador do governo.


 


Além disso, foi acrescentado um trecho que questiona se Jean Charles realmente era um imigrante legalizado no país. Com 27 anos, Jean foi morto na estação de metrô de Stockwell, no sul de Londres. Policiais o seguiram e atiraram nele dentro do vagão do metrô ao confundí-lo com um terrorista. O incidente ocorreu um dia depois dos atentados fracassados contra o metrô de Londres e depois dos ataques terroristas de 7 de julho contra a rede de transporte da cidade.


 


Em junho deste ano, um funcionário público de 24 anos foi demitido após a descoberta de que, usando um computador de seu trabalho, ele havia feito alterações no artigo da Wikipédia sobre o desastre de Hillsborough, que deixou 96 mortos e mais de 700 feridos em 1989, após um tumulto em um estádio de futebol em Sheffield.