2 °C
Mundo

Meryl Streep está aprendendo guitarra para viver roqueira em filme

|

Film Title: It's Complicated

A atriz Meryl Streep está aprendendo a tocar guitarra para viver uma roqueira no filme "Ricki and the Flash", novo trabalho de Diablo Cody, roteirista de "Juno" e "Garota Infernal". Segundo o Hollywood Reporter, Streep vai aparecer em cena tocando e cantando com uma banda. "Vê-la tem sido muito inspirador", disse Cody à publicação. O diretor será Jonathan Demme, que insistiu que todas as músicas do filme deverão ser tocadas ao vivo. "Tudo o que você ouvir, será a banda tocando e, consequentemente, Meryl tocando também", disse o cineasta.


Na trama, a personagem de Meryl tentará se reconciliar com os filhos, e um deles será sua filha na vida real: Mamie Gummer. Em 1986, as duas apareceram juntas em "A Difícil Arte de Amar", mas Mamie tinha menos de dois anos. Agora será a primeira vez que as duas atuarão juntas. Recentemente, Meryl também aprendeu a fazer rap para cantar no musical "Caminhos da Floresta", que tem estreia prevista para janeiro de 2015.


 


Favelas irão ditar ritmo das novas novelas da Globo


Há pouco tempo o autor João Emanuel Carneiro revelou que a sua próxima novela na Globo, no ar a partir do segundo semestre de 2015, terá uma "favela do futuro", com restaurantes sofisticados e lugares da moda. Direção de Amora Mautner e elenco já em formação. Esse é um ponto. O outro é que, bem antes do Emanuel Carneiro, os autores de "Lady Marizete", Alcides Nogueira e Mário Teixeira, já haviam informado que sua nova novela, com estreia em abril de 2015, terá a favela de Paraisópolis como centro da trama.


 


E contaram também que o tráfico e a violência não irão ditar o ritmo da história. A trama vai explorar principalmente fatores como a arte, cultura, arquitetura e comércio. Enfim, a vida que pulsa na região e sua relação com o Morumbi.


 


"Lazaretto", de Jack White, é o vinil mais vendido dos últimos 20 anos


A edição em vinil do último álbum de Jack White, "Lazaretto", se transformou no maior êxito de 2014 e também dos últimos 20 anos, com 60 mil cópias vendidas somente nos Estados Unidos, informou a revista "Billboard" com base nos números do índice SoundScan, que mapeia as vendas no universo da música. De acordo com a publicação, que resenha semanalmente os números oficiais do mercado americano, "Lazaretto" aparece na frente de "AM", da banda Arctic Monkeys --o segundo vinil mais vendido do ano com 29 mil cópias-, e também de "Random Access Memories", do Daft Punk, o mais vendido do ano passado.


 


Neste aspecto, a edição em vinil do novo álbum de Jack White (ex-White Stripes) aparece como o mais vendido desde "Vitalogy", lançado pela banda Pearl Jam em 1994, há exatas duas décadas. Segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), apesar da progressiva perda de força da música gravada em suporte físico em relação ao formato digital, a venda de vinil registrou uma considerável alta nos últimos anos. Ela teve um aumento de 101% no Reino Unido, em comparação com 2012, e de 32% nos EUA, em relação ao último ano. Em 2013, por exemplo, 6 milhões de vinis foram vendidos nos EUA, o que representa 2% do total de vendas de álbuns no país.


 


Julio Rocha