18 °C
Home

As pessoas pensam que abrir uma empresa em Londres é um bicho de 7 cabeças - e não é!

|

Man Putting out Open Sign

É mais fácil do que se imagina. O que impede mesmo as pessoas de abrirem seus próprios negocios é o medo e normalmente e falta de informação. Eu já passei por esse medo, pois não sabia o que fazer, mas gracas ao Google, ao governo inglês e ao Eventbrite.com eu abri a minha empresa e aprendi de graça como fazer isso.


 


O primeiro passo é visitar o site da Companies House, http://www.companieshouse.gov.uk, onde você tem todas as informações que precisa para registrar a empresa. Custa baratinho e leva mais ou menos 2 horas para seus documentos chegarem por email. Você vai receber o 'Certificate of Incorporation' que é o documento oficial da abertura da empresa (compare com a Certidão de Nascimento, expedida quando nasce o bebê). Shareholder é o dono das shares (ações). Normalmente abre-se uma empresa com 100 shares (100 ações). Aí, se você tiver um sócio/a, divide as ações de acordo com a sua sociedade.


 


Depois disso, acesse o site https://www.gov.uk/business-support-helpline, que é o site do governo onde você liga e pede ajuda e conselho sobre empresas. Eles sempre ajudam empreendedores pois o pensamento é: quanto mais a sua empresa cresce, mais emprego você gera e melhor é a economia do país. Todo mundo sai ganhando - por isso a taxa de desemprego no país atualmente é tão baixa.


 


Outra coisa que você pode fazer para ir aprendendo é ir em vários eventos gratuitos. Muita gente faz eventos de graça para ajudar a sociedade e isso é um tipo de marketing. A roominthemoon.com está organizando vários eventos durante o ano que são gratuitos para estrangeiros que estão morando em Londres também, visite a página e veja quando será o próximo.


 


Bibliotecas também podem ser úteis


As bibliotecas públicas tem bastante eventos gratuitos para quem quer começar um negócio também, consulte este link https://www.westminster.gov.uk/pimlico-library-events. Lá tem eventos nas áreas de Contabilidade, Marketing e Networking entre donos de pequenas empresas. Se você for fazer negócios com ingleses, eles precisam conhecer você e o seu negócio. Antes de assinar um contrato invista bastante tempo em networking. Será um bom investimento pois estas pessoas poderão procurá-lo para contratar seu serviço. Caso você queira aprender gratuitamente com assuntos mais específicos, acesse o site do Eventbrite (www.eventbrite.co.uk) e faça a busca de algum evento por assunto.


 


Há eventos pagos e gratuitos e caso seu orçamento seja baixo inscreva-se naqueles que você pode pagar ou mesmo nos gratuitos. Durante muito tempo, ainda faço isso na verdade, compareci a diversos seminários e workshops totalmente gratuitos. Eu comecei a minha primeira empresa em Londres há 9 anos, com apenas 23 anos e posso garantir que aqui neste país idade, cor, religião ou sexualidade não são empecilhos para você realizar o sonho de abrir um negócio contanto que tenha garra, vontade de aprender e paixão pelo que faz.


 


Outra dica é você fazer parte do BNI - Business Network Referral (http://www.bni.co.uk/). Eu fiz parte dessa rede de pequenos e médios empresários por 3 anos e foi lá onde minha empresa cresceu, aprendi como fazer apresentações de negócios, aprendi a negociar, fechar contratos e além de tudo, conheci outros empresários (ingleses e de várias outras nacionalidades) todos super dispostos a ajudar e fazer negócios. Nacionalidades à parte, se você faz um bom trabalho, tem vontade de fazer acontecer e precisa de um empurrãozinho para tomar coragem, aí está! Boa sorte e sucesso!


 


Rafael dos Santos
www.rafaeldossantos.com
@rafael_santos


 


*Rafael dos Santos mora em Londres desde 2001. É autor do livro 'Mudando de País - um passo de cada vez' (http://goo.gl/9HFqAf) e fundador da nova rede social www.roominthemoon.com que conecta pessoas que estão mudando ou já moram em outro país.