8 °C
Esporte

Daniel Ricciardo vence o GP da Hungria em corrida 'maluca'

|

Mat01_Page27

Daniel Ricciardo. Esse é o nome que incomoda a Mercedes em 2014. O australiano da RBR, mais uma vez, chegou na primeira colocação e segue sendo o único a cruzar em primeiro, além de Hamilton e Rosberg. Imprevisível da largada à bandeirada, a corrida de domingo teve pista traiçoeira, batidas, duas entradas de safety car e muitas, muitas disputas ao longo das 70 voltas no circuito de Hungaroring, em Budapeste, na Hungria. (Foto: Andrew Hone / Pirelli)


 


A corrida foi marcada pelas constantes mudanças de posições. Todas as equipes tinham uma grande dúvida com relação aos pneus, já que havia chovido muito antes da corrida e existia a possibilidade que voltasse chover, mas não foi o que aconteceu. Depois de entraram com pneus intermediários, a dúvida ficou por conta de qual pneu colocar depois que a pista secasse. Muitos colocaram macios e pouco utilizaram os médios.


 


Lewis Hamilton chegou em terceiro lugar protagonizando um novo milagre. Na última corrida, na Alemanha, o britânico saiu um 20º lugar e chegou em terceiro. E, por pouco, não consquistou a vitória. Quem também largou no final do grip e fez grande corrida, foi Kimi Raikkonen, da Ferrari, que largou em 16º e chegou em sexto lugar. A partir da 62ª volta, Alonso, que era o líder naquele momento, Hamilton (o segundo) e Ricciardo (em terceiro), começaram uma disputa que seria eletrizante até a última volta. O australiano teve a seu favor pneus menos gastos e a inteligência, além de se mostrar um piloto extremamente arrojado.


 


Nico Rosberg foi o pole e todos acreditavam em nova grande corrida do alemão, mas ninguém esperava ver uma corrida com tantas paradas e algumas entradas de safety car, o que atrapalhou o desempenho do alemão, que chegou em quarto lugar.
O brasileiro Felipe Massa, que largou em sexto, conseguiu terminar uma prova depois do azar de sair na primeira volta nos dois últimos GPs. Junto com sua equipe, montaram uma boa estratégia na troca dos pneus e conseguiu manter um ritmo forte.
Depois dessa prova, a Fórmula 1 faz uma pausa de três semanas e retorna no dia 24 de agosto, no GP da Bélgica, circuito preferido de todos os pilotos.


 


Confira o resultado final do GP da Hungria:


1) Daniel Ricciardo (AUS/RBR-Renault) 1h53m05s058


2) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) +5s2


3) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) +5s8


4) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) +6s3


5) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) +29s8


6) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) +31s4


7) Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) +40s9


8) Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) +41s3


9) Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault) +58s5


10) Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes)  +1m07s2


11) Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) +1m08s1


12) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) +1m18s4


13) Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) +1m24s0


14) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) -1 volta


15) Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) -1 volta


16) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) -1 volta


 


























































































CLASSIFICAÇÃO PONTOS VITÓRIAS
1 Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 202 4
2 Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 191 5
3 Ricciardo (AUS/RBR-Renault) 131 2
4 Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 115 0
5 Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 95 0
6 Vettel (ALE/RBR-Renault) 88 0
7 Hulkenberg (ALE/Force India) 69 0
8 Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) 60 0
9 Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 40 0
10 Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 37 0
11 Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 29 0
12 Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 27 0
13 Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault) 11 0
14 Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 8 0
15 Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 6 0
16 Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) 2 0