7 °C
Home

Por ano, mais de mil mulheres entre 18 e 24 anos fazem cirurgia plástica vaginal no Reino Unido

|

corpo

Ter o corpo perfeito desperta a curiosidade de grande parte da juventude mundial. No Reino Unido isso não é diferente. Um levantamento divulgado pelo jornal Daily Mail mostra que 1.150 mulheres do país entre 18 a 24 anos procuram a cirurgia plástica vaginal a cada ano. De maneira geral, o número de labioplastias realizadas pelo Serviço de Saúde Nacional aumentou cinco vezes desde 2001. A labioplastia consiste na redução do tamanho dos pequenos lábios para torná-los mais simétricos e menores que os grandes lábios. O aumento da popularidade desse tipo de operação é muitas vezes atribuído às representações irrealistas da suposta aparência que a genitália feminina deve ter.


 


Segundo pesquisa da Universidade de Queensland, na Austrália, muitas parecem não perceber o quanto essa aparência pode variar. Aquelas que procuraram se informar sobre a plástica eram mais propensas a considerar a própria vagina “normal” e “ideal” depois de compará-la com outras inalteradas por procedimentos cirúrgicos. “O aumento da cirurgia estética genital para as mulheres é uma tendência muito preocupante; Há equívocos em torno aparência genital normal”, disse a autora do estudo, Claire Moran. “Isso é devido à falta de exposição à genitália normal de outras mulheres, maior visibilidade genital por conta da depilação brasileira (total) e o tabu geral em torno de discutir os órgãos genitais e a aparência genital.”


 


As mulheres jovens também compõem a maior parte das pessoas que procuram informações sobre silicone nos seios e plástica no nariz nos últimos quatro anos. Os procedimentos cirúrgicos mais populares em suas pesquisas são aumento das mamas, rinoplastia, lipoaspiração, abdominoplastia e redução dos seios, enquanto os não cirúrgicos são tratamentos dentários, depilação a laser, preenchedores dérmicos, peelings e Botox.