8 °C
Home

Morte de Amy Winehouse completa três anos; música segue em alta

|

amy-winehouse-singing-corbis-660-80

O dia 23 de julho de 2014 marca três anos da morte de Amy Winehouse. A cantora, com 27 anos à época, foi encontrada morta em sua casa, localizada no bairro de Camden Town, em Londres. A autópsia da cantora revelou abuso de álcool, já que seu corpo continha 416 miligramas de álcool por decilitro de sangue. A precoce morte fez com que Amy ficasse ainda mais ‘presente’no bairro do norte de Londres. Em diversos bares e mercados é possível encontrar objetos com o rosto ou as letras das músicas da cantora.


 


Sua primeira aparição no cenário musical britânico foi em 2003, com o seu álbum de estreia, Frank. Foi em 2006, no entanto, com o lançamento do seu segundo álbum de estúdio, Back to Black, que Winehouse ganhou destaque como uma artista. Esse disco obteve sucesso crítico e comercial e alcançou as posições mais elevadas no ranking internacional, tendo atingido o número um em 23 países.


 


Apesar de bem-sucedida, a sua carreira foi muitas vezes ofuscada por seus problemas pessoais, principalmente pelo seu casamento conturbado com o ex-assistente de vídeo Blake Fielder-Civil, uma vez que as brigas do casal foram diariamente comentadas pela imprensa. Além disso, o seu envolvimento com álcool e drogas e a sua luta para superá-lo também prejudicou a sua imagem pública. Após a morte de Amy, Back to Black tornou-se o disco mais vendido do século XXI no Reino Unido.