8 °C
Esporte

Final da Copa do Mundo coloca ataque alemão e ferrolho argentino frente a frente

|

Maracanã_2014_e

É hoje! Às 16h (de Brasília), duas das seleções mais importantes futebol mundial entram em campo no Maracanã, no Rio de Janeiro, para tentar fazer história. Alemanha e Argentina buscam o tetra e o tri mundial, respectivamente. Os alemães contam com um forte ataque, que marcou sete vezes no Brasil na semifinal e já marcou 17 gols em seis partidas. Por outro lado, os hermanos confiam na boa defesa, que sofreu apenas três gols em seis jogos, sendo que ainda não foi vazada na fase de mata-mata. Esta será a terceira final de Copa do Mundo entre as equipes. Os argentinos venceram em 1986 e os alemães ganharam em 1990. Desde então, nenhuma das duas equipes conseguiu chegar à decisão de um Mundial.


 


Na história, os argentinos levam vantagem no retrospecto geral, e os alemães se dão melhor em Mundiais. No último jogo, um amistoso em Frankfurt, em agosto de 2012, os hermanos, já comandados por Alejandro Sabella, ganharam por 3 a 1 do time treinado por Joachim Löw. Nas duas equipes, entre titulares e reservas, 10 jogadores que disputaram o amistoso estão na Copa do Mundo.


 


Apesar de considerados favoritos, os alemães dizem estar preparados para frear Messi e seus companheiros. "Este time não é só Messi. Se você acreditar nisso, estará cometendo um erro grave. A Argentina tem grandes jogadores. É claro que ele consegue determinar o andamento de uma partida, mas o time está muito mais organizado. Será uma final fascinante", afirmou o técnico alemão Löw. Já Alejandro Sabella, técnico argentino, admite que o esforço será palavra de ordem para vencer. "Teremos que fazer o jogo perfeito. Daremos nosso máximo, com humildade, sacrifício. Entregaremos tudo pela camisa, pelo país e pelo futebol".


São esperados mais de 100 mil argentinos na cidade, o que obrigou as autoridades a fazer um esquema especial de segurança com mais de 25 mil homens. Segundo a Fifa, 13 mil argentinos e 13 mil alemães compraram ingressos para a final. A expectativa da entidade é que o público no estádio supere 74.200 pessoas. A festa começa às 14h20 com o show de encerramento do Mundial. Vários chefes de estado confirmaram presença no Maracanã, entre eles a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Rússia, Vladimir Putin (a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, cancelou a ida ao Rio por motivos de saúde). A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, vai entregar a taça ao campeão.


 


FICHA DO JOGO


 


Alemanha: Neuer, Lahm, Boateng (Mertesacker), Hummels e Höwedes; Schweinsteiger, Khedira e Kroos; Müller, Klose e Özil


 


Argentina: Romero, Zabaleta, Garay, Demichellis e Rojo; Mascherano, Perez e Biglia; Messi, Higuaín e Lavezzi


 


Juiz: Nicola Rizzoli (Itália)


 


Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro às 16h (de Brasília)