8 °C
Esporte

Apesar do mau tempo, argentinos seguem chegando ao Rio de Janeiro

|

Terreirao-do-Samba-no-Rio-de-Janeiro-lotado-de-torcedores-argentinos-que-vieram-assistir-a-final-da-Copa-do-Mundo-2014-entre-Alemanha-e-Argentina_-foto_-Tania-Rego_-Agencia-Brasil201407100001

RIO DE JANEIRO - O mau tempo continua na Cidade Maravilhosa nesta sexta-feira. O Aeroporto Santos Dumont ficou fechado para pousos e decolagens por 42 minutos na manhã de hoje devido à neblina que atingiu a cidade. O aeroporto fechou às 8h48 e reabriu às 9h30, passando a operar com o auxílio de instrumentos, devido à dificuldade dos pilotos decolarem e pousarem apenas visualmente. Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária até as 10h de hoje, oito dos 46 voos previstos para o Santos Dumont foram cancelados. Nenhum atraso foi registrado no aeroporto. São esperados 100 mil argentinos no final de semana da final da Copa do Mundo. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)


 


O fluxo de torcedores faz com que a expectativa seja de que pelo menos US$ 100 milhões sejam injetados na economia do estado. O secretário estadual de Turismo, Cláudio Magnavita, disse à Agência Brasil que a rede hoteleira das regiões turísticas está com 100% de ocupação desde o dia 10, e os hotéis de outras regiões da cidade têm 90% dos quartos ocupados. Além disso, o Terreirão do Samba e o Sambódromo (foto), no centro do Rio, já recebem mais de 200 carros, trailers e motorhomes


 


E os turistas seguem à caminho do Rio. Quinze viaturas e oito motocicletas da Polícia Rodoviária Federal estão dispostas na praça de pedágio mais próxima ao Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, os atendimentos são para esclarecer qualquer necessidade e dar orientações geográficas aos torcedores que tiverem dificuldade para encontrar o caminho certo para a capital. Em caso de necessidade, a PRF avalia a possibilidade de acompanhamento dos torcedores.