8 °C
Notícias

Em clima de Copa, obras de revitalização da zona portuária do Rio continuam para as Olimpíadas

|

Foto: Arthur Massimo

RIO e LONDRES (por Julio Rocha) – A Copa do Mundo está correndo a todo vapor e as obras de revitalização da zona portuária da cidade maravilhosa continuam. O projeto é uma das promessas da Prefeitura do Rio ao Comitê Olímpico Internacional como parte do novo planejamento urbanistico do Centro da cidade para as Olimpíadas de 2016.


Desde 2013, o Elevado da Perimetral está sendo demolido em várias etapas. A ausência do brutalismo arquitetônico que a via representava tem mudado, consideravelmente, a estética da Praça XV, como podemos ver nessa imagem captada pelo cinegrafista Arthur Massimo.


No Cais do Porto, quem chega de navio ao Rio agora pode ver, sem obstáculos, os prédios históricos da Avenida Rodrigues Alves. E quem está em terra pode admirar as águas da Guanabara sem a sombra que a construção inaugurada nos anos 60 causava.


Até 2016, ano prometido para que a obra seja entregue à população, serão reurbanizados cinco milhões de m², 70 km de vias, reconstruídas 700 km de redes de infraestrutura urbana (água, esgoto, iluminação, drenagem e telecomunicações), implementadas 17 km de ciclovias e 15 mil árvores plantadas.


O ícone maior da requalificação da área é a construção do Museu do Amanhã, com projeto assinado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Desde 2013 já funciona na região o Museu de Arte do Rio (MAR) e junto à Escola do Olhar  se tornaram, em tão pouco tempo, um dos locais mais visitados pelos turistas na cidade.