15 °C
Esporte

Sábado de comida típica nordestina e viagem para Recife

|

buchada470

O sábado foi dia de provar a culinária nordestina. Fui até o restaurante Mangai com o grupo de amigos que me hospedou em Natal. Comida simples e deliciosa. Provei pela primeira vez a Buchada de Bode (foto), tradicional prato local. É feita com as entranhas (rins, figado e vísceras) do bode, lavadas, aferventadas, cortadas, temperadas e cozidas em bolsas (que medem cerca de 8 cm de diâmetro), feitas com o próprio estômago do animal. Também experimentei o Baião de Dois (que leva arroz, feijão verde, queijo coalho, verduras e carne de charque), e a  Carne de Sol com nata.


 


Como tinha voo programado para o início da tarde, saí do restaurante diretamente para o novo aeroporto de Natal, que fica distante cerca de 40km do centro. Como cheguei a noite na cidade, não havia visto com detalhes o entorno do aeroporto. Ainda há muito o que ser feito no entorno do local. As instalações, no entanto, são muito boas. Os banheiros são limpos e espaçosos, muito diferente do que vi quando desembarquei em Recife.


 


O voo entre as capitais foi de aproximadamente 35 minutos. Viajei pela companhia aérea Azul, e os aviões possuem televisão em casa poltrona. Assim, vim assitindo ao primeiro tempo do empate por 2 a 2 entre Alemanha e Gana, que se enfrentaram em Fortaleza.


 


Ganeses ficaram em Natal


O empate pelo Grupo G não foi visto por cerca de 150 torcedores africanos. De acordo com um policial federal, um dos voos fretados pelos ganeses acabou se atrasando. Com isso, eles esperavam para voltar ao hotel em que estavam instalados na capital potiguar.


 


Márcio Ceccarelli
editor@braziliannews.uk.com