7 °C
Notícias

Parnaíba: um destino inesquecível e pouco explorado no litoral do Piauí

|

FOTO 1 - Cartão postal parnaibano, o Porto das Barcas  já foi um dos portos mais movimentados do Brasil

O clima é de Copa do Mundo. Se você está de viagem marcada para o Brasil, que tal dar uma escapadinha do frenesi das cidades-sede do mundial e conhecer Parnaíba, no litoral piauiense? O local é o ponto de partida para os passeios de barco que levam ao Delta do Rio Parnaíba, um dos mais belos cenários do Brasil formado por rio, mar, lagoas, igarapés, áreas de mangue e 75 ilhas. Os passeios turísticos duram cerca de seis horas com direito a paradas em praias, dunas e ilhas. Concorrido também é o roteiro que leva à Ilha do Caju, incluindo observação de caranguejos, caminhadas e banhos. O auge do passeio é a revoada dos guarás, as típicas aves vermelhas que seguem para os igarapés ao entardecer.


 Para quem prefere circular por terra, vale a pena curtir a Lagoa do Portinho, uma pequena praia cercada por dunas, bares e restaurantes. Point na hora do pôr do sol, o espelho d'água é cenário para passeios de lancha e de banana boat. Na praia da Pedra do Sal as atrações ficam por conta das boas ondas e dos quiosques no lado direito do morro; e as paisagens desertas e pacatas à esquerda. Já na praia do Coqueiro, as casas de veraneio dividem a atenção com a areia branquinha. 


Rusticidade é a marca registrada da praia de Macapá, com tendas de palha que servem porções simples - e deliciosas! No caminho para Macapá, faça uma parada em Carnaubinha para conhecer a árvore da Cabeleira, como dizem os moradores. Trata-se de um tamarineiro que teve a copa "penteada" pelo vento ao longo dos anos.


O Centro da cidade também guarda belezas. O Porto das Barcas é uma delas - o conjunto arquitetônico às margens do rio Igaraçu é formado por prédios dos séculos 18 e 19 que hoje abrigam bares, restaurantes e lojas de artesanato. Na Catedral de Nossa Senhora das Graças o destaque fica por conta do altar principal original, com detalhes em ouro. Encerre os trabalhos experimentando as delícias típicas da região à base de caranguejo. Nos restaurantes da Beiral (assim chamada a avenida Beira-Rio pelos locais), os cardápios oferecem a iguaria em várias versões: torta, casquinha, patinha à milanesa e tradicional, quando o crustáceo deve ser desmembrado e quebrado com o auxílio de um martelinho.