7 °C
Notícias

Receita Federal não autoriza Fnac do Aeroporto de Guarulhos a vender iPhones sem impostos

|

Brasil_GRU free shop

A euforia propagada, principalmente nas redes sociais, de que a loja da Fnac no novo terminal 3 de Guarulhos venderia iPhones com preços mais baratos que nos Estados Unidos, por enquanto, volta a ser promessa. Foi o que informou a Folha de S. Paulo de sexta-feira (16). Segundo a reportagem, a Receita Federal brasileira ainda não autorizou o estabelecimento a  funcionar como duty-free shop - loja livre de imposto - e está aplicando os preços iguais ao das outras lojas da rede no Brasil, até que a autorização seja confirmada. (Foto: GRU Airport)


 


A mesma reportagem diz que a Fnac protocolou, há mais de quatro meses, um pedido ao órgão federal para que o estabelecimento funcionasse como loja franca. A varejista contava que essa autorização fosse emitida até o dia da inauguração, no domingo (11).


 


A empresa não revela quantos aparelhos vendeu, desde a inauguração, nem se honrou os preços prometidos – sem impostos – o que levaria a vender com prejuízo. Segundo funcionários do aeroporto de Guarulhos, nos primeiros dias de funcionamento da loja do terminal 3, houve fila de passageiros de voos internacionais em busca de barganhas eletrônicas. O iPhone 5S era a estrela da vez.


 


Por enquanto, a Fnac do aeroporto de Guarulhos está sendo abastecida com o estoque da própria rede no Brasil. Até que a remessa de produtos importados, que a companhia francesa planejava vender sem impostos, seja liberada pela alfândega brasileira.


 


Julio Rocha


juliorocha@live.com