8 °C
Home

Maioria dos britânicos não visita Londres a trabalho

|

maior-ponte-solar-do-mundo-Londres201401290002

Um relatório divulgado na semana passada revela que mais da metade dos trabalhadores do Reino Unido (59%) nunca veio à Londres para fins comerciais. De acordo com empresários, a capital suga talento de suas cidades, enquanto outros reconheceram que forjar ligações com a capital seria bom para o crescimento de uma empresa. Os números foram revelados pelo instituto de pesquisa Centre for Cities. Trabalhadores que vivem em cidades próximas da capital, como Brighton, Milton Keynes e Southend, são mais propensos a visitar o local a trabalho do que aqueles que vivem na região de Midlands e no norte da Inglaterra.


 


A pesquisa também mostrou que a maioria das pessoas que vivem fora de Londres acreditam que a capital não apoia a sua economia local. "Caro" e "lotado" eram as percepções dominantes que os ‘não londrinos’ tem da cidade. O estudo sugeriu que a proximidade de uma pessoa a Londres afeta como eles percebem isso. Quanto mais próximo uma pessoa vive da capital, mais positiva é sua visão do impacto da cidade sobre a economia local. No geral a menos de uma em cada quatro pessoas (24%) disse que a cidade tem um efeito positivo na sua área local, e em algumas partes do norte da Inglaterra, a proporçãochegava a um em cada dez.


 


O prefeito Boris Johnson defendeu recentemente o papel de Londres na economia do Reino Unido durante uma entrevista para a BBC. “Eu acho que não é tanto uma máquina de sucção gigante. Olhe o número de postos de trabalho que Londres dirige na economia do Reino Unido. Londres é a porta de entrada e o volante que dirige tudo”, afirmou. Como parte da mesma pesquisa, apenas 17% dos entrevistados achava que o Parlamento do Reino Unido foi sensível aos problemas que afetam a sua cidade, com mais de 64% dizendo que a localização do parlamento em Westminster faz com que as decisões políticas fiquem muito restritas a Londres.


 


A maioria das pessoas (76%), disseram que é dada uma quantidade desproporcional de cobertura da mídia para Londres. E 57% dos entrevistados de fora da capital disseram que Londres é um local ruim para criar os filhos. Apesar dos resultados, dois terços dos adultos do Reino Unido disseram acreditar que Londres deu apoio para a economia nacional. Foram entrevistados 1.688 adultos entre 11 e 19 de março e mais 2.478 adultos entre 11 e 12 do mesmo mês.