14 °C
Esporte

Mesmo com expulsão, Lusitânia Brasil vence a final da Copa Diplomática

|

Mat02_Page30

Não foi fácil. O Lusitânia Brasil se superou para vencer a França por 2 a 1 e conquistar pela quinta vez (e pelo segundo ano consecutivo) a Copa Diplomática, relativa à temporada 2013-2014 da DFA-IFLeague. A equipe teve que superar a expulsão do zagueiro José Luis, aos 30 minutos de partida, e a grave lesão do goleiro Cristiano aos 35. No entanto, Guilherme Barthman e Leonardo Santos anotaram para a equipe amarela.


 


“Jogar com menos um e sem o nosso goleiro durante quase uma hora foi muito complicado. Soubemos digerir bem o gol marcado no início da partida e na segunda parte tivemos contra-ataques que soubemos aproveitar”, afirmou o treinador Virgílio Guimarães.


 


Guimarães afirmou que temeu pelo pior depois da expulsão e da lesão de Cristiano. “Mas os jogadores mais uma vez lutaram como verdadeiros guerreiros e se excederam, realizando um esforço duplo, para conseguirem mais um troféu e vitória na final. Vitória que dedicamos ao nosso goleiro com os votos de uma rápida recuperação”, completou.


 


O goleiro Cristiano acabou sofrendo duas fraturas no maxilar. Mesmo no hospital, ele mandou recado à equipe. “Graças a Deus as cirurgias correram bem, já me sinto melhor e muito orgulhoso dos meus colegas que conseguiram conquistar de novo o ‘double’”.


 


O Lusitânia Brasil foi à campo com: Cristiano Reis (Dymi Di Lorenzi); Diego Bitencourt, Dudu Paraense, José Luis e Regis Alves; Vitor Mariano, Leonardo Santos, Murilo Henrique (Bruno Miguel), Sergiomar Silva (Julinho Ferreira) e Thiago Castro Alves; Guilherme Barthmann (Ramon Silva).


 


Por Oiligriv Pereira
Foto: Capitão Diego e Leonardo celebram com a Taça (crédito: Oiligriv Pereira)