16 °C
Home

Mulheres engravidam mais tarde no Reino Unido

|

Mat02_Page04

Engravidar cedo no Reino Unido não é costume. Pelo menos nos últimos anos. Quase 50% dos partos no no país são de mulheres acima dos 30 anos. Além disso, a quantidade de bebês nascidos de mães com mais de 40 anos e até mesmo 50, tem crescido bastante. Em 2008, 69 crianças nasceram de mulheres com mais de 50 anos, enquanto em 2012, foram 154. No total, a idade média em que as britânicas têm engravidado atingiu os 29,8 anos.


 


O quadro preocupa alguns médicos, que afirmam que a gravidez tardia aumenta o risco de abortos espontâneos e também, muitas vezes, resultam em partos complicados. As mulheres que demoram para se tornar mães também estão mais predispostas a problemas de fertilidade e seus filhos têm mais propensão a defeitos de nascença e deficiências.


 


Segundo o médico britânico David Richmond, presidente do Royal College of Obstetrics and Gynaecologists, este comportamento tem a ver com o fato de muitas mulheres preferirem, antes de se tornarem mães, se sentir seguras com seus trabalhos e com a vida financeira. No entanto, ele afirma que a maioria conhece os riscos da maternidade tardia. Além disso, Richmond diz que mães com mais de 40 anos costumam custar mais caro ao sistema de saúde.


 


“Eu acredito que é irreversível por conta da igualdade social, profissional e financeira que vivemos. Se colocássemos um homem nesta situação, ele faria exatemente o mesmo. Eu respeito totalmente essa posição”, ressaltou.