19 °C
Esporte

Estaduais pelo Brasil entram na reta final com zebra

|

MAt01_Page30

O Ituano venceu o Santos na primeira partida da final do Paulistão. Diante de 29.203 pessoas no Pacamebu, o experiente Cristian, de 34 anos, foi o autor do golaço que deu a vitória ao time rubro-negro de Itu. Cícero ainda perdeu um pênalti para os santistas, que precisam vencer o próximo duelo por dois gols de diferença, no próximo domingo, também no Pacaembu. O Ituano joga pelo empate. Se vencer por um gol de diferença, o Peixe força a disputa por pênaltis.


 


O domingo foi dia de finais em diversos outros estaduais pelo país. No Rio de Janeiro, Vasco e Flamengo voltaram a se encontrar em uma final carioca depois de dez anos. O público, no entanto, voltou a ser o destaque negativo. Foram 20.844 pagantes e 26.242 presentes no Maracanã. Diversos foram os protestos contra os preços, de R$ 80. Dentro de campo, o Vasco foi melhor no primeiro tempo e o Flamengo no segundo. Resultado. Empate por 1 a 1. Melhor para os rubro-negros. Para encerrar o jejum desde 2003 sem um título carioca, o Vasco precisa vencer.


 


Em Minas Gerais, também houve empate na primeira partida. Jogando no estádio Independência com a presença apenas de torcedores do Galo (22.342 pagantes), as equipes ficaram no empate sem gols, apesar da partida ter sido bastante movimentada. O atacante Diego Tardelli ainda perdeu um gol incrível no final da partida. No próximo final de semana, com mando do Cruzeiro, as equipes se enfrentam no Mineirão. Um novo empate dá o título à Raposa. O Galo precisa vencer para ser campeão.


 


Na Bahia, domingo de Ba-Vi. E mais uma vez o Bahia se deu melhor. Na primeira partida da final estadual, o time repetiu o placar da primeira fase e venceu o Vitória na Fonte Nova por 2 a 0, com gols de Talisca e Fahel. Com o resultado, o Tricolor pode até perder por um gol de diferença, no próximo domingo, no estádio de Pituaçu, que ainda assim conquistará seu 45º campeonato estadual.


 


No norte do Paraná, Londrina e Maringá empataram no jogo de ida da final estadual por 2 a 2. Os 26.827 torcedores que foram ao estádio do Café, em Londrina (27.977 presentes) viram uma grande partida. Agora, no duelo que será disputado em Maringá, no próximo domindo, quem vencer fica com a taça. O empate leva a disputa para os pênaltis.


 


Em Santa Catarina, o Joinville bateu o Figueirense por 2 a 1 (17.087 presentes) e quebrou a vantagem do Figueira. No próximo domingo, em Florianópolis, o empate dá o título ao JEC.  No entanto, vitória por qualquer placar da o título aos alvinegros.


 


Quem já soltou o grito de campeão no final de semana foi o Sampaio Corrêa. Mesmo perdendo por 1 a 0 o time garantiu seu 32º título do Campeonato Maranhense. Campeão do primeiro turno, o Tricolor garantiu a conquista pois havia vencido o primeiro jogo da final por 2 a 0.