14 °C
Home

Desafios e sucesso em dez anos de eLondres.com

|

Perfil

Ele é o fundador do eLondres.com. Em abril seu site completa dez anos. Érico Maia é um dos muitos brasileiros que chegam em Londres e vivem uma história cheia de conquistas e desafios. Quando deixou Fortaleza em 2004, trouxe na bagagem seu conhecimento em marketing e publicidade. Logo, veio à cabeça a ideia de criar um site para brasileiros em Londres. Juntou-se a um sócio na época, registraram o domínio www.elondres.com e então começaram a cobrir os eventos culturais de brasileiros na terra da Rainha.


O caminho, como já dito, estava cheio de desafios. Após o sócio deixar a sociedade, Érico voltou ao Brasil em 2006. Mesmo em terras tupiniquins, o eLondres.com permaneceu em atividade. Érico alimentava o site com uma série de artigos interessantes, cujas fontes eram a própria imprensa, além de textos enviados por vários colaboradores.


Mais dois anos se passaram e o site sofreu os danos de um ataque hacker e perdeu todo o conteúdo publicado até então. Começar de novo. Esse era o objetivo. Um novo layout foi criado, Érico contatou colaboradores, redatores, formou parcerias e deu continuidade ao seu projeto.


 


Brazilian News: Como surgiu a ideia do eLondres.com?
Érico Maia: O eLondres.com surgiu da necessidade de revelar os segredos e particularidades da cidade para brasileiros. Em 2004 quase não existia sites especializados. Então comecei a publicar artigos direcionados para quem já estava aqui e para quem pretendia vir fosse a passeio fosse para morar, além de fazer coberturas de eventos e tentar aproximar a comunidade brasileira em Londres.

BN: Há quanto tempo está no mercado? EM: No dia 6 de Abril de 2014 o site completa uma década no ar. Esta foi a data em que registrei o dominio www.eLondres.com, desde então o site passou por varias transformações e adaptações.
BN: Qual o público alvo?  EM: Todos que se interessam pela terra da rainha. Procuro publicar assuntos que agradem de um modo geral, sem restrição de idade e que esclareça e ajude pessoas a tornar o sonho de morar em Londres realidade e claro muita informação para quem mora aqui. Ainda há muitos mitos e desinformação. 
BN: Quais serviços o site oferece? EM: Além de muito conteúdo gratuito e vídeos, para marcar nossos 10 anos, lançaremos um guia referência e exclusivo de empresas brasileiras, um fórum de imigração e ebooks sobre vários assuntos relacionados a Londres.
BN: Quais estratégias para o sucesso? EM: Planejamento. O dinheiro é consequência, não é o objetivo. Há uma passagem que diz: "Trabalhe em algo que você realmente goste, e você nunca precisará na vida". Sigo à risca.
BN: O que pode ser considerado o ‘diferencial’ do produto? EM: Percebi que a ideia de contar histórias sobre brasileiros em Londres e outros assuntos em formato de vídeos chegou como um grande diferencial no momento certo e que tem agradado a muitos.
BN: Seu local de nascimento e onde viveu até vir para Londres? EM: Fortaleza no Ceará onde vivi até mudar para Londres em 2004. Passei uma época no brasil a contra gosto, mas quando voltei foi para ficar.
BN: Como surgiu a ideia de morar na capital inglesa? EM: Em 2004, na ocasião de uma época particularmente difícil e a convite de um ex-sócio que tornou-se meu amigo e compadre. Eu não teria saído do pais sem a insistência dele e claro, com a ideia e vontade de evoluir como pessoa e na época financeiramente ainda valia a muito a pena. Nessa época nossa libra valia quase 6 reais, era um sonho!
BN: Qual o maior desafio para iniciar um projeto em Londres? EM: Apenas tirar a ideia do papel, o resto flui quando entendemos do que estamos fazendo. Na Inglaterra podemos abrir uma empresa em minutos, diferente do Brasil que pode demorar meses.
- Uma pessoa especial: Minha madrinha de batismo - Um lugar para se perder em Londres: Camden Town, onde moro.


- Um sonho: Que o Brasil fosse igual a Inglaterra
- Uma qualidade: Humildade
- Um defeito: Impaciência
- Uma viagem inesquecível: Pompéia, no sul da Itália
- Você não suporta: A demagogia e hipocrisia nas pessoas.
- Um desafio superado: Se adaptar e gostar de morar em Londres