14 °C
Turismo

Budapeste: a Paris do Leste Europeu

|

Foto-001

Márcio Rodrigo Delgado


 


O Grande Hotel Budapeste, comédia dirigida pelo cineasta americano Wes Anderson, acaba de estrear nos cinemas ingleses trazendo um elenco estelar que inclui Ralph Fiennes, Jude Law, Edward Norton, Tilda Swinton e mais uma fila de nomes de peso que nem daria para contar nos dedos. Mas a capital da Hungria a beira do rio Danúbio e conhecida como a Paris do Leste pelos seus prédios históricos vale uma visita independente se você gosta de cinema ou não. É que além da e arquitetura impressionante, a cidade tem preços bem em conta quando comparados a outros destinos da Europa. É como se o tempo – e a inflação – por algum motivo inexplicável não tenha chegado à Budapeste. A cidade é dividida em duas partes: Buda e Peste.


 


Se possível, durante a sua estadia, escolhar por ficar em Peste porque, deste lado, é possível visitar os principais pontos turísticos a pé mesmo. Para ir ao outro lado, basta atravessar a ponte e chega-se a Buda é a entrada para a Szentháromság tér, onde você não pode deixar de tirar uma foto na praça central, local que abriga diversas torres em estilo gótico.


 


Além de barata, Budapeste tem várias atrações que não cobram entrada para os visitantes darem uma olhadinha. É o caso da Basílica de São Estevão (Szent István) que oferece acesso gratuito. O local foi batizado com o nome do primeiro rei católico húngaro e parte dos restos mortais dele encontram-se ali mesmo, na basílica. Conservadora, Budapeste tem o segundo mais antigo do sistema de metrô do mundo, ficando atrás apenas de Londres que inaugurou o seu dois anos antes, em 1863.


 


Vestígios de história e curiosidades espalhados pela cidade é o que torna Budapeste interessante. Embaixo do Castelo de Buda, por exemplo, há um labirinto de cavernas que também merece uma visita.  Os becos subterrâneos, que já foram usados como refúgio na era pré-histórica, com o passar do tempo ganharam outras funções: virou adega nos tempos medievais, tornou-se um abrigo anti-bomba para milhares de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial e até instalação militar secreta durante a Guerra Fria. Atualmente, as históricas cavernas são abertas ao público.


 


Festival da Primavera


A trigésima quarta edição do Festival da Primavera de Busdapeste já está a pleno vapor este ano e segue até o dia 6 de abril. Ao todo serão mais de 100 eventos cobrindo da música clássica e contemporânea ao pop, uma maratona de apresentações que inclui ainda dança e ocupará 58 locais pela cidade. Entre os artistas esperados, o maestro Philip Glass, a Orquestra Filarmônica de Viena conduzida por Zubin Mehta e o cantor americano Rufus Wainwright são alguns dos nomes que sobem ao palco do evento. Para saber mais sobre o festival e ver a programação completa: www.btf.hu/btf2014


 


Serviço


Londres-Budapeste


Passagens: média de £60 (ida e volta)


Tempo de vôo: 2h30min


Acomodação: a partir de £40 (três estrelas)


Para saber mais:  www.budapest.gotohungary.com


 








 Comédia em clima europeu


O Grande Hotel Budapeste, filme citado no início da matéria, foi livremente inspirado nos livros de Stefan Zweig. O escritor do livro ‘Brasil, o país do futuro’ se exilou no país no começo da década de 1940 e acabaria se suicidando em Petrópolis, em 1942.


Buscando um personagem com grande apreço pelas palavras e uma maneira única e de ver a vida, o diretor e roteirista Wes Anderson recriou as aventuras do concierge Gustave H. e de Zero Moustafa, mensageiro que se torna seu inseparável amigo. Os dois trabalham em uma fictícia cidade alpina no leste europeu durante a década de 1930, no famoso Hotel Budapeste.


"Zweig não é popular em inglês. As pessoas em Europa ficam surpresas que ele é desconhecido na América. Eu me apaixonei desde a primeira vez que li. Minha história não é baseada especificamente em nenhuma de suas histórias, mas em sua atmosfera. Queria fazer minha própria versão de Zweig", disse o diretor durante recente coletiva de imprensa.


Exilado: autor de livro que inspirou filme morou no Brasil