24 °C
Notícias

Aos 41 anos, Rivaldo anuncia aposentadoria

|

Mat01_Page31

Pentacampeão mundial na Copa do Mundo de 2002, Rivaldo anunciou no sábado nas redes sociais o fim de sua carreira como jogador profissional, na qual defendeu clubes de Brasil, Espanha, Itália, Grécia, Uzbequistão e Angola. Em mensagem em seu perfil no Instagram, Rivaldo, que, aos 41 anos, é presidente e jogador do Mogi Mirim, que disputa o Campeonato Paulista, declarou que tomou a decisão "com lágrimas nos olhos" e agradeceu a Deus, a família e todos os que o apoiaram "com carinho" no futebol.


 


"Hoje venho comunicar a todos os torcedores do mundo que minha história como jogador chegou ao fim", escreveu Rivaldo, lembrando que durante seus 24 anos como jogador enfrentou "obstáculos, desafios, renúncias, saudades, decepções, porém foram muito maiores as alegrias, as conquistas, crescimentos, mudanças".


 


Algumas vezes "aprendendo" e em outras "ensinando", evocou seu início "milagroso" no futebol, carreira que começou sem um empresário e até com as dúvidas dos médicos de alguns clubes que temiam por sua falta de estrutura física.


 


No total, Rivaldo defendeu 14 equipes, desde o Santa Cruz de Recife até o Mogi Mirim, onde terminou cumprindo a dupla função de presidente, que seguirá exercendo, e a de jogador, inclusive com a oportunidade de jogar neste ano partidas oficiais ao lado de seu filho Rivaldinho.


 


Entre outras equipes, o camisa 10 do Brasil em seu último título mundial passou por Corinthians, Palmeiras e São Paulo, e pelos espanhóis Deportivo La Coruña e Barcelona, além do Milan.