4 °C
Brasil

PT comemora 34 anos e afirma que reeleição de Dilma não está garantida

|

Sem título-27

O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou na segunda-feira, durante o ato de comemoração dos 34 anos do partido, que a reeleição da presidente Dilma Rousseff, candidata quase certa nas eleições de outubro, não está garantida. Para Falcão, que liderou os atos do PT no Centro de Exposições e Convenções do Anhembi, em São Paulo, seria um “grande equívoco” pensar que a reeleição da governante está garantida, mas enfatizou que a permanência de Dilma no governo é um “objetivo inevitável” do partido. O trabalho político “sem arrogância e sem subestimar os adversários” é, de acordo com Falcão, o caminho para conseguir o triunfo no pleito de outubro e dar continuidade às “transformações” iniciadas em 2003 quando o PT chegou ao poder com Luiz Inácio Lula da Silva. Falcão, também deputado estadual em São Paulo e que esteve acompanhado durante seu discurso por Dilma e outros membros da cúpula do PT, advertiu que o partido sofre com uma “campanha sórdida e negativa” da oposição.
Segundo o dirigente político, essa campanha está focada em “cultivar insegurança, incerteza, pessimismo e até medo no povo”, com “ações de terrorismo psicológico, um enorme tsunami de rumores, esperando derrotar-nos nas urnas”. Em seu discurso, Falcão criticou a “postura política” dos magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF) que condenaram 25 acusados de corrupção no primeiro mandato de Lula, vários deles militantes e líderes do PT, no julgamento do mensalão. Por sua vez, Lula, um dos fundadores do partido, não participou do ato porque viajou a Nova York para se reunir com o expresidente americano Bill Clinton, mas gravou uma mensagem em vídeo que foi exibida durante o ato. Lula lembrou as conquistas do PT em seus 34 anos de “luta” e nos 11 que está no poder, fazendo ênfase na participação ativa da mulher na legenda, particularmente com a vitória de Dilma nas eleições de 2010, quando o sucedeu no cargo e se transformou na primeira presidente do país.
Embora não tenha se pronunciado ainda sobre as eleições, as pesquisas apontam que se fosse hoje Dilma seria eleita no primeiro turno. Ela tem cerca de 50% das intenções de voto, e nenhum de seus possíveis adversários supera os 20%, exceto Marina Silva (PSB), que teria quase 25%. O PT foi fundado em um colégio de São Paulo em 10 de fevereiro de 1980, em plena ditadura militar, por um grupo de intelectuais, operários e militantes de esquerda. 22 anos depois o PT chegou ao poder com Lula, que foi reeleito em 2006 e conseguiu eleger sua sucessora, Dilma, em 2010.