- °C
Home

Agosto começa com adiamento de medidas de reabertura

|

Unsplash

Corona 4970836 1920


Da Redação

Após a redução dos casos de coronavírus, o mês de agosto será marcado pelo início de uma nova fase no caminho para a normalidade que deverá ser vivida enquanto o vírus permanecer no ambiente.

O primeiro ministro britânico Boris Johnson revogou algumas decisões de reabertura antes anunciadas para agosto.

Os espaços de lazer e entretenimento, salões de boliche, pistas de patinação e cassinos não reabrirão em agosto, enquanto os serviços de beleza e estética poderão ser retomados.

A retomada das apresentações e shows ao vivo com um público em espaços fechados também foi adiada. O mesmo acontecerá para as celebrações de casamento com uma recepção de até 30 convidados. No outono, será feita uma avaliação sobre os locais maiores, como os estádios esportivos, que já não deverão ver seus torcedores após o verão.

"Todas estas medidas devem ser feitas com segurança", insistiu o primeiro-ministro em sua tão esperada declaração. Como já anunciado pelo ministério da Educação, será em setembro quando as escolas, jardins de infância e universidades estarão abertas a todas as crianças e jovens em tempo integral. "E as universidades também estão trabalhando para reabrir o máximo possível.

Fechado até novo aviso

Johnson indicou que as discotecas e áreas de jogos conhecidas como "soft play" deveriam permanecer fechadas por enquanto, embora tenha assegurado que a restrição permanecerá sob revisão.

"Espero sinceramente que possamos rever as restrições pendentes e permitir um retorno mais significativo à normalidade a partir de novembro, o mais rápido possível, possivelmente a tempo para o Natal", disse Johnson.

Relaxamento interrompido

Como especificado por Boris Johnson, desde 17 de julho as pessoas podem utilizar o transporte público com maior disponibilidade, portanto a recomendação de "somente viagens essenciais" é descartada, mesmo que a população ainda seja solicitada a utilizar meios alternativos de transporte, sempre que possível.

Mudanças e adaptações foram feitas para permitir a reabertura de ginásios, piscinas e outras instalações esportivas desde 25 de julho. Boris Johnson anunciou que, a partir de 1 de agosto, serão os empregadores a decidir como o pessoal pode trabalhar com segurança a partir de seus postos.

"Isso poderia significar, é claro, continuar a trabalhar em casa, que é uma forma de trabalhar com segurança e tem funcionado para muitos empregadores e empregados. Ou pode significar tornar os locais de trabalho seguros, seguindo as diretrizes da Covid Secure. Seja qual for a decisão dos empregadores, eles devem consultar atentamente seus funcionários e só pedir às pessoas que retornem ao seu local de trabalho se for seguro", disse Johnson da sede do governo britânico.


Fonte: www.gov.uk