- °C
Home

Abertura de escolas na totalidade confirmada para setembro

|

Foto: Feliphe Schiarolli/Unsplash

Escolasedit




Da Redação


O secretário de Educação Gavin Williamson confirmou a reabertura total das escolas da Inglaterra a partir de setembro. As restrições atuais sobre o tamanho dos grupos serão reavaliadas para permitir a reabertura total das escolas, faculdades e creches a todas as crianças e jovens. O plano, claro, pode ser afetado se as taxas de infecção por Covid-19 aumentarem.


As medidas de segurança da Covid-19 permanecerão em vigor para reduzir o risco de transmissão, com as escolas a serem convidadas a manter as crianças em turmas ou grupos menores em espécies de "bolhas" e a encorajar as crianças mais velhas a manterem-se afastadas umas das outras e do pessoal sempre que possível. Há também medidas de proteção, tais como limpeza e lavagem das mãos regulares.


Quando houver um caso positivo em uma escola, a equipe local de saúde pública aconselhará sobre a ação apropriada, que poderá incluir pequenos grupos de jovens e pessoal a serem solicitados a isolar-se por até 14 dias.


Quando houver dois ou mais casos confirmados num período de duas semanas, as equipes de proteção sanitária podem pedir a um maior número de crianças ou jovens para se isolarem em casa como medida de precaução.


Quando um surto numa escola for confirmado, para investigações específicas detalhadas, pode ser enviada uma unidade móvel de testes para testar outras pessoas que possam ter estado em contato com a pessoa que deu positivo. Os testes estarão concentrados primeiro na turma da pessoa infectada, seguida do seu grupo do mesmo ano, e depois em toda a escola, se necessário.


Todo o pessoal, alunos e suas famílias continuarão a ter acesso aos testes se desenvolverem sintomas de Covid-19 e as escolas receberão kits de testes caseiros fáceis de usar para crianças e pessoal.


Espera-se que as escolas tenham planos para oferecer educação à distância aos alunos que estiverem em confinamento.


Para as creches, as restrições ao tamanho dos grupos serão atualizadas a partir de 20 de julho, aumentando a capacidade desde o início das férias de verão.


O Secretário da Educação, Gavin Williamson, afirmou: “Já vimos mais de 1,5 milhões de crianças e jovens regressarem, mas temos de garantir que todos os alunos possam voltar à escola em setembro, dando-lhes a oportunidade de prosperar e realizar o seu potencial.”


“Quero assegurar aos pais e às famílias que estamos a fazer tudo o que podemos para garantir que as escolas, creches, colleges e outros fornecedores sejam o mais seguros possível para as crianças e o pessoal, e continuaremos a trabalhar em estreita colaboração com os melhores peritos científicos e médicos do país para garantir que assim seja.”


A orientação publicada do dia 2 de julho fornece às escolas, faculdades e creches os detalhes necessários para planear um regresso completo, bem como tranquiliza os pais sobre o que esperar dos seus filhos. A orientação foi desenvolvida em estreita consulta com o sector e peritos médicos da Public Health England.


As escolas terão de trabalhar com as famílias para assegurar a frequência completa desde o início do novo ano académico, com a reintrodução da frequência obrigatória.


Para garantir que os alunos possam recuperar a aprendizagem perdida, as escolas terão de retomar o ensino de um currículo amplo e equilibrado em todas as disciplinas, fazendo uso das flexibilidades existentes. As escolas devem considerar como todas as disciplinas podem contribuir para preencher lacunas no conhecimento básico.


Isto ajudará os alunos a recuperar o atraso e funcionará a par do apoio financeiro fornecido às escolas primárias e secundárias através do pacote de recuperação Covid do governo, no valor de 1 bilião de libras. Isto acresce aos 14 bilhões de libras de investimento nas escolas ao longo dos próximos três anos.


Os exames terão lugar em 2021 e a Ofqual está a consultar sobre as modalidades desses exames, incluindo medidas para mitigar qualquer impacto sobre os alunos a partir do momento em que saem da escola.


Paralelamente, Ofsted realizará visitas às escolas no outono para discutir como estão a apoiar o regresso à educação dos seus alunos, estando as inspeções de rotina planejadas para recomeçar em janeiro de 2021.


Outras medidas estabelecidas nas orientações incluem:


- Professores a distanciarem-se uns dos outros e dos alunos sempre que possível;


- Aumentar a frequência da limpeza;


- Reduzir a utilização de artigos frequentemente partilhados;


- Minimização do contacto nos corredores.


Fonte: Gov.uk