- °C
Home

O que reabre na Inglaterra a partir de sábado (04/07)

|

Foto: Arelys Gonçalves

Cinemas




Da Redação


O primeiro ministro Boris Johnson estabeleceu mais alterações às medidas de confinamento na Inglaterra, que entrarão em vigor a partir de sábado (4/07), permitindo às pessoas verem mais dos seus amigos e família, e empresas a reerguerem-se e a retomarem suas atividades.


Há apreensão por parte de especialistas de que a reabertura seja precoce e signifique o risco de uma segunda onda de infecções, como tem sido observado em países como Alemanha e França.


A Alemanha, onde há 191.449 casos de coronavírus registrados, viu o número de infecções crescer 36,7% na última semana, em comparação com a semana anterior. No mesmo período, na França (onde há 161.267 infecções registradas) os infectados aumentaram em 12%.


Mesmo assim, a partir de 4 de julho pubs, restaurantes e cabeleireiros poderão reabrir, desde que adiram às diretrizes da COVID Secure.


A partir da mesma data, estabeleceu que duas famílias poderão encontrar-se em qualquer cenário com medidas de distanciamento social, e que as pessoas podem agora desfrutar de estadias em Inglaterra com a reabertura de locais de alojamento.


A fim de começar a restaurar o sector artístico e cultural, algumas instalações de lazer e atrações turísticas poderão também reabrir, se o puderem fazer em segurança - isto inclui ginásios e parques infantis ao ar livre, cinemas, museus, galerias, parques temáticos e casas de vídeo games, bem como bibliotecas, clubes sociais, locais de culto e centros comunitários.


Após uma revisão, o primeiro ministro estabeleceu também que onde não for possível ficar a dois metros de distância, a orientação permitirá às pessoas manter uma distância social de "um metro ou mais". Isto significa ficar a um metro de distância, mais atenuações que reduzem o risco de transmissão.


“Ao começarmos a reabrir a economia, é importante que não aumentemos o risco de transmissão, razão pela qual locais como discotecas, áreas de jogos, ginásios cobertos, piscinas, parques aquáticos, pistas de boliche e spas terão de permanecer fechados por agora. O governo continua a trabalhar com estes sectores para estabelecer forças-tarefas que os ajudem a tornar-se COVID Secure e a reabrir o mais rapidamente possível”, disse Boris Johnson.


Embora a taxa de infecção continue a diminuir na Inglaterra, o primeiro ministro tem sido claro que o público deve continuar a seguir as diretrizes de distanciamento social para manter o coronavírus sob controlo. O governo manterá todas as medidas sob constante revisão e não hesitará em aplicar medidas inversas, caso o vírus comece a ficar fora de controle.