- °C
Home

Testes de coronavírus estendidos a todos os trabalhadores essenciais na Inglaterra que apresentem sintomas

|

Foto: Ibrahim Boran/Unsplash

Ibrahim boran zsKFQs2kDpM unsplash




Da Redação*


Os trabalhadores essenciais com sintomas de coronavírus podem ser testados, o que os ajudará a voltar ao trabalho se o teste for negativo. O governo britânico informa que mantém uma ampla gama de métodos em fase de lançamento para aumentar a acessibilidade, incluindo kits de teste em casa, locais de teste móveis e kits de teste por satélite.


Todos os key workers da Inglaterra e os membros das suas famílias que apresentem sintomas de coronavírus poderão agora ser testados, anunciou o governo.


Isto significa que as pessoas terão a garantia de saber se os seus sintomas são causados pelo coronavírus e poderão decidir se estão suficientemente bem para regressar ao trabalho.


Uma nova campanha ajudará os trabalhadores essenciais da Inglaterra - incluindo o pessoal do NHS e de assistência social, professores, pessoal de limpeza dos hospitais, funcionários públicos, serviços de emergência, pessoal dos supermercados, motoristas de entregas e outros profissionais de infraestrutura - a aceder aos testes.


A oferta do teste foi ampliada através de um novo sistema. Agora, os empregadores podem registar e encaminhar pessoal auto isolado e, a partir desta sexta-feira (24/04), os empregados poderão marcar um teste diretamente para si próprios ou para membros do seu agregado familiar que estejam a sentir sintomas.


Isto irá acelerar o processo de obtenção de uma consulta e retirar o fardo aos empregadores, ajudando a checar a todos os que têm sintomas na primeira oportunidade.


O secretário de Saúde e Cuidados Sociais, Matt Hancock, afirmou: "Hoje demos prioridade aos testes para doentes e trabalhadores dos setores da saúde e da assistência social e outros trabalhadores-chave, mas podemos ir mais longe. Estamos a tornar mais fácil, mais rápido e mais simples para qualquer trabalhador essencial em Inglaterra que precise de um teste".


A partir de sexta-feira (24/04), os empregadores de trabalhadores essenciais poderão ir ao website GOV.UK para solicitar testes para qualquer de seus funcionários que necessite. O próprio key worker que necessite de um teste poderá marcar diretamente uma consulta no GOV.UK.


"Tudo isto se aplica também às pessoas que moram com trabalhadores essenciais e que também precisam de um teste."


Os trabalhadores essenciais que utilizam o novo portal podem introduzir os seus dados e receberão então um texto ou e-mail no mesmo dia, convidando-os a marcar uma consulta num dos mais de 30 locais de teste drive-through em todo o país, ou a receber um kit em casa.


Os resultados dos testes dos locais de drive-through serão enviados no prazo de 48 horas e 72 horas após a recolhida dos testes entregues em domicílio.


O objetivo é que a maioria das pessoas não tenha de se deslocar por mais de 45 minutos para chegar a um local de teste regional. No entanto, estão a ser implementados métodos de teste adicionais para apoiar os de acessibilidade.


O governo anuncia que está estabelecendo uma rede de novas unidades móveis de teste que se deslocarão pelo país para chegar a lares, esquadras de polícia, prisões e outros locais onde haja necessidade. As unidades foram concebidas de acordo com os requisitos clínicos da engenharia do exército e podem ser facilmente montadas em menos de 20 minutos.


As novas unidades móveis funcionarão juntamente com os locais de teste drive-through, enviando em conjunto milhares de amostras de doentes para a rede de Lighthouse Labs, a fim de aumentar rapidamente o número de testes concluídos a cada dia.


Foi concebido um serviço de entrega de kits de testes domésticos com parceiros-chave, incluindo Royal Mail e Amazon. O serviço de entrega ao domicílio entrará em funcionamento a partir de 24/04. A disponibilidade de kits de testes ao domicílio será inicialmente limitada, mas em breve estarão disponíveis em maior volume. Isto garantirá que aqueles que não podem viajar para um centro de testes ainda possam fazê-lo, descobrir os seus resultados e regressar ao trabalho, se possível.


Desde o início de abril, o governo aumentou significativamente a capacidade de exames do coronavírus do Reino Unido e está no bom caminho para fornecer 100.000 por dia até ao final do mês.


Os três novos Lighthouse Labs em Milton Keynes, Glasgow e Alderley Park, em Cheshire, estão a aumentar a capacidade do país para testar o coronavírus, com cada local podendo avaliar dezenas de milhares de amostras de doentes por dia.



* Fonte: www.gov.uk