- °C
Home

Organizações latinas unidas para orientações sobre Brexit

|


1logo cropped 460x217



Por Arelys Gonçalves


Os latino-americanos com nacionalidade europeia enfrentam incertezas porque não sabem quais serão as novas regras do jogo migratório. Após o início do processo de transição, em 31 de janeiro, a onda de pedidos de residência aumentou, mas nem todos foram capazes de atender a esse requisito. As famílias mais vulneráveis foram prejudicadas por limitações tecnológicas e de linguagem.


Precisamente para lidar com essa situação, organizações latino-americanas, agrupadas na coalizão Clauk esperam apoiar aqueles que mais precisam para realizar o processo de registro e garantir a legalidade de sua permanência no Reino Unido. É um evento de aconselhamento gratuito aberto a todos os públicos acontece sábado (15/02), a partir das 13h. As informações também serão prestadas em espanhol e português.


Irmo, Lawrs, Casa da América Latina, Latin NAZ, Lawa, Telephone of Hope, Latin Elephant são algumas das organizações integradas nesta iniciativa, que contará com a presença de especialistas de cada uma das instituições envolvidas para oferecer o melhor conselho possível.


Não estamos preparados


Noel Genné, coordenador de Lawrs em Southwark, explicou ao Notícias em Português que a comunidade não está preparada para enfrentar o Brexit: "Infelizmente, porque não sabemos quais são as mudanças e como isso afetará os imigrantes, é por isso que as organizações latinas estão começando a unir os esforços capazes de trazer informações e mudanças para a comunidade".


Noel diz que "o mais forte é que não sabemos o que estamos enfrentando". Ele indicou que até 31 de janeiro o processo de inscrição para a nova residência era lento, devido à indecisão que existia e à falta de um acordo. "Agora virá uma onda de pedidos", enfatizou, e é por isso que eles estão se preparando para oferecer ajuda ao maior número de pessoas possível.


As organizações já trabalharam anteriormente em suporte técnico, ajudando famílias que não falam inglês e em aconselhamento em casos mais complexos. Noel disse que nesta sessão especial de ajuda, as pessoas receberão as informações necessárias e podem até solicitar o Settlement Scheme e o Pre-settlement Scheme. Nesse caso, eles precisariam do passaporte europeu ou documento de identidade, o número do seguro social ou o NIN, uma conta de e-mail e um telefone celular.


Além da questão de deixar o bloco europeu, haverá informações sobre o direito de voto e a importância de participar das eleições. "O evento é baseado no Brexit porque é o mais urgente, mas também busca aumentar a conscientização sobre os problemas da comunidade", disse o representante de Lawrs, para quem um dos pontos importantes permanece o reconhecimento dos latinos como minoria no Reino Unido e a participação eleitoral: "Devemos votar nas próximas eleições, porque não se sabe se serão as últimas" nas quais os europeus podem participar.


O evento ocorrerá na St. Paul Church, na Lorrimore Square, Kennington, SE17 3QU.