10 °C
Home

Greve de 27 dias dificulta transporte ferroviário no sul da cidade

|


IMG 2584


Da redação

27 dias de greve é o que promete o sindicato ferroviário, marítimo e de transporte (RMT) para o South Western Railway (SWR), responsável pelos trens que ligam o sul da Inglaterra ao centro de Londres. Os primeiros dias da greve, iniciada na segunda-feira (02/12), foi de caos para muitos londrinos que precisam do serviço para chegar ao trabalho.

Os líderes sindicais pediram novas conversas com os chefes ferroviários, mas antecipam que seguem "firmes" no plano de greve prolongada.

O impasse está em uma questão muito prática. Com os novos trens que devem começar a circular no próximo ano, a SWR quer que os condutores operem as portas a cada parada. Os membros do sindicato querem que os guardas decidam quando fechar as portas.

A greve significa que centenas de serviços estão sendo cancelados todos os dias e muitos passageiros se queixam de trens superlotados.

O secretário geral da RMT, Mick Cash, disse: "É francamente ridículo a empresa simplesmente enfiar a cabeça na areia, em vez de voltar à mesa para conseguir o mesmo acordo de volta aos trilhos de que se afastar das negociações anteriores.

"Existe um acordo a ser feito que não custaria nada à empresa e que daria as garantias de segurança e acessibilidade na interface plataforma / trem que estamos buscando.

A SWR divulgou um cronograma revisado e disse que forneceria trens mais longos para aumentar a capacidade sempre que possível.

A SWR opera serviços entre Londres Waterloo e Portsmouth, Southampton, Bournemouth e Weymouth, além de Reading, Exeter e Bristol. Também opera linhas suburbanas no sudoeste de Londres, Surrey, Berkshire e nordeste de Hampshire.


Prepare-se para os dias de greve

Das 00:01 GMT de segunda-feira 2 dezembro até 23:59 na quarta-feira 11 dezembro

De 00:01 na sexta-feira 13 de dezembro até 23:59 na terça-feira 24 de dezembro


De 00:01 em sexta-feira 27 dezembro 2019 até 23:59 em 1 janeiro