10 °C
Home

Destilaria escocesa inventa uísque em cápsulas

|

Divulgação

Glenlivet



Por Ulysses Maldonado

Pegue um copo baixo, adicione gelo, abra a garrafa de uísque, cheire, despeje sobre o copo, deixe respirar um pouco e tome um primeiro gole. Todo esse ritual, tão repetido pelos amantes de uísque em todo o mundo, pode ser história se a invenção da prestigiosa destilaria escocesa The Glenlivet prosperar: cápsulas de uísque.

A destilaria, fundada em 1824, lançou este produto revolucionário na London Cocktail Week. São cápsulas de uísque de 23 ml, feitas com algas comestíveis, que permitem dispensar o copo para provar um bom uísque escocês.

De acordo com a empresa, para consumi-lo basta introduzir a cápsula na boca e quebrá-la para sentir "uma explosão perfeita de sabor" que criará "um novo padrão de como o uísque é apreciado".

A empresa que fabrica essas cápsulas é chamada Notpla, e foi fundada em Londres pelo espanhol Rodrigo García González que, em declarações à revista Food and Drink Scotman, afirmou que "queremos criar soluções originais sobre como servir e consumir bebidas, e o The Glenlivet é uma marca que está procurando exatamente o mesmo".

Mas as primeiras reações à invenção, nas redes sociais, não foram positivas. Primeiro, como muitos consumidores apontaram, esse novo sistema obriga a consumir 23 ml de uísque de uma só vez, sem poder regular a bebida ou tomar um gole.


Outros criticaram que a possibilidade de perceber os aromas do uísque é eliminada e que isso arruína a experiência de beber um uísque em um copo. Por fim, não há falta de humor e há quem estabeleça um paralelo claro entre essas cápsulas do Glenlivet com as usadas para máquinas de lavar roupa e detergentes para lava-louças.