10 °C
Home

Quase dois milhões de europeus pedem para ficar após Brexit

|

Pixabay

Eu 1473958 1920



Por Ulysses Maldonado

O Ministério do Interior britânico recebeu, até 30 de setembro, mais de 1.860.200 solicitações de cidadãos da comunidade que desejam residir no Reino Unido após o Brexit, informou o Escritório Nacional de Estatística (ONS).

Somente no mês passado, o Ministério do Interior recebeu mais de meio milhão de solicitações de pessoas que desejam se beneficiar do programa do governo que garante status legal após o "divórcio" com Bruxelas, o chamado "Esquema de Liquidação da UE".

A agência disse em comunicado que o número de petições concluídas desses quase dois milhões no final de setembro era de 1.524.500, e que 61% desses cidadãos receberam o "status estabelecido", a garantia do Executivo de que seus direitos serão protegidos após a separação entre Londres e Bruxelas.

O ONS também revelou que 38% obtiveram o "status pré-estabelecido" - aqueles que vivem no Reino Unido há menos de cinco anos consecutivos.

Durante o mês de setembro, o Ministério do Interior processou 373.600 formulários, dos quais 57% receberam a aprovação do ministério e o status de "pré-estabelecido" foi atribuído a 43%, enquanto uma solicitação foi rejeitada por não ser elegível.

Atualmente, existem 2,37 milhões de cidadãos da comunidade trabalhando em território britânico. Pessoas de países do bloco comunitário e suas famílias têm mandato até pelo menos dezembro de 2020 para se candidatar ao programa do governo acima mencionado.


Para fazer isso, eles devem fornecer sua identidade, mostrar que residem no Reino Unido e declarar se foram condenados por algum crime no passado.