11 °C
Home

1,5 milhão de assinaturas para proibir criação de animais em gaiolas

|

Idella Maeland/Unsplash

Idella maeland GIcIR0TLNSM unsplash




Por Ulysses Maldonado


A Iniciativa Cidadã Europeia (ICE) “End The Cage Age”, que visa acabar com a criação de animais em gaiolas, obteve mais de 1,5 milhão de assinaturas nos 12 meses da campanha.


Os dados fornecidos indicam que "somente na Espanha mais de 100.000 cidadãos assinaram o ICE", digitalmente ou em papel, e ainda está pendente saber o número final à medida que a contagem de solicitações de papel continua.


"Cerca de 300 milhões de porcos, galinhas, coelhos, patos, codornas e bezerros estão presos em gaiolas em toda a UE, onde a maioria das gaiolas é estéril, estreita e nega espaço para os animais se movimentarem livremente", dizem os apoiadores da documento.


A iniciativa foi promovida pela Compassion in World Farming (CIWF), que uniu forças com 170 ONGs de toda a Europa. "Grupos ambientais, de direitos dos consumidores e de proteção de animais formaram uma ampla coalizão popular para reunir cidadãos de todos os cantos do continente."


A representante da CIWF na Espanha, Patricia de Rada, explicou que "poucos ICEs atingem o milhão de assinaturas necessárias, e isso significa que a Comissão Europeia não pode ignorar a importância do bem-estar dos animais para os cidadãos da UE". "Ao longo do ano passado, a campanha realizou eventos em toda a UE e colaborou com eurodeputados e celebridades influentes.”


Além disso, há alegações de que novas investigações secretas sobre bezerros, coelhos e porcos criados em gaiolas deram uma nova plataforma de campanha digital chamada 'Cage Fighter', que "permitia ao público construir suas próprias páginas de coleta de assinaturas".


Patricia de Rada argumenta que "agora é a hora de a Comissão fazer as mudanças exigidas pelos cidadãos, que não toleramos mais essa crueldade". "É hora de evoluirmos além da crueldade de ter animais de fazenda atrás das grades. Uma vida em uma gaiola não é vida", acrescenta.