11 °C
Home

Brasileiras são destaque em evento de arte cartonera em Londres

|


Cartoneras



Da Redação


Acontece até esta sexta-feira (20/09) na livraria da Senate House o primeiro Festival de Livros de Cartonera de Londres, resultado de uma parceria entre as quatro principais editoras de livros cartoneros ('produzidos com papelão) do México e do Brasil. O festival consiste em uma série de oficinas.


Cartoneras é uma iniciativa de publicação comunitária que surgiu na América Latina nos primeiros anos do século XXI. O nome deriva dos catadores de lixo que forneceram e ainda fornecem papelão descartado (cartón em espanhol) para a criação de livros feitos e pintados à mão. Trabalhando na interseção entre produção literária, prática artística e ação comunitária, existem mais de 250 editoras de cartonera em toda a América Latina.


Cada workshop será um evento prático, oferecendo uma oportunidade única para você aprender mais sobre o movimento de publicação de cartonera na América Latina e sair com sua própria cópia do livro, além de um próprio 'kit cartonera' para seguir na produção.


As oficinas explorarão diferentes facetas do ativismo baseado em artes cartonera, relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Exemplos da coleção de cartonera da própria Biblioteca do Senado estão em exibição durante os eventos.


Os workshops serão coordenados pela Dra. Lucy Bell (Universidade de Surrey), Alex Flynn (Universidade de Durham) e Dr. Patrick O'Hare (Universidade de Manchester), que têm trabalhado com esses editores nos últimos três anos.


Nesta quinta (19/09), Lúcia Rosa, Andréia Emboava e Maria Dias da Costa, do coletivo Dulcinéia Catadora, de São Paulo, comandarão a oficina que se concentrará no trabalho recente sobre acesso à moradia com a Frente de Luta por Moradia. O workshop terá uma sessão prática de criação de livros, onde você poderá vincular um dos projetos mais recentes do Dulcinéia, o livro Moradia.


Para reservar sua vaga, consulte os detalhes de cada oficina em www.senatehouselibrary.ac.uk.