7 °C
Londres

Um em cada quatro motoristas não paga a cobrança da ULEZ

|


Ulez rendered sign


Por Ulysses Maldonado

Desde a entrada em vigor da Zona de Ultra Baixa Emissão de Londres (ULEZ), em abril de 2019, cerca de 130.000 motoristas foram multados em 80 libras esterlinas por não pagarem a taxa diária de ULEZ de £ 12.50, revelam levantamentos da Transport for London (TfL).

A taxa é cobrada apenas para veículos que não se qualificam para a isenção. Um em cada quatro condutores de automóveis que circulam em Londres não está em conformidade. Por tanto, se circular na região precisa pagar a taxa.

No total, a ULEZ já arrecadou 26 milhões de libras em penalidades até o momento. A multa mínima é de £ 80, que dobra para £ 60, se não for paga no prazo de sete dias.

Como resultado do alto volume de multas administradas, a TfL e o prefeito de Londres Sadiq Khan enfrentaram críticas de que não está sendo feito o suficiente para conscientizar os motoristas sobre a penalidade.

Espera-se que a área da ULEZ se expanda a partir de 25 de outubro de 2021, até o ponto em que faz fronteira com as Circulares Norte e Sul.

"É preocupante que tenha havido 130.000 multas em três meses", disse Nicholas Lyes, diretor da política de estradas do RAC. "Há mais a ser feito pelo prefeito para divulgar o que a ULEZ significa para os motoristas antes de expandir a área que abrange."

A TfL diz que sua divulgação da ULEZ foi adequada. Uma campanha começou a difundir a conscientização sobre a nova medida mais de um ano antes de a área entrar em vigor em abril de 2019.

Helen Chapman, diretora de licenciamento, regulamentação e preços da TFL, disse: "A Zona de Ultra Baixa Emissão foi introduzida para reduzir significativamente a poluição na capital."


"A Transport for London vem realizando uma extensa campanha de comunicação desde a primavera de 2018 para divulgar a nova medida para os motoristas."