7 °C
Londres

Capital precisa de mais de 3000 policiais

|

1446716380ken%20marsh%20mpf%20chairman


Por Ulysses Maldonato

Londres precisa de pelo menos mais 3.000 policiais para lidar com altos níveis de criminalidade, disse o presidente da Federação Metropolitana de Polícia. Ken Marsh, um ex-policial de Haringey, disse que a cidade deve reverter os "cortes horrendos" impostos pelo governo central e devolver a força aos níveis observados durante os Jogos Olímpicos de 2012.

Existem atualmente 30.000 policiais em Londres, menos que os 33.000 de há sete anos. A polícia disse que eles estão a caminho de atingir 31 mil policiais até o final deste ano.

Falando à imprensa, Marsh agradeceu a promessa do novo primeiro-ministro de recrutar mais 20.000 policiais em todo o país, mas enfatizou que as mudanças não podem ser feitas imediatamente.

Ele disse: "O que temos que transmitir muito claramente é que isso não acontecerá imediatamente. Estamos expondo ao público a percepção de que na manhã de segunda-feira você verá milhares de policiais. Você não vai.

"Levará muito tempo para voltarmos de onde o governo conservador nos reduziu".

Marsh disse ao serviço Local Democracy Reports que os altos custos de vida na capital fizeram com que Londres não fosse atraente para novos recrutas da polícia em comparação com outras regiões.

Ele disse: “Estamos tentando o nosso melhor para voltar aos níveis que tivemos antes desses cortes horrendos que tiraram todos os nossos colegas das ruas de Londres. Mas todas as outras forças também estão recrutando e o custo de vida em Londres é muito maior do que em outros lugares. Você pode fazer os cálculos sozinho."

Unmesh Desai, líder do tema da delinquência no conselho municipal do trabalho, concordou que o recrutamento de mais policiais na capital levaria tempo. "A dura realidade é que levará até três anos para a polícia começar a preencher a lacuna deixada por anos de cortes esmagadores do governo em seu orçamento".

Mas Susan Hall, porta-voz dos conservadores, disse que o prefeito não reservou fundos suficientes para a polícia e não recrutou tantos policiais quanto tinha orçado no ano passado. Ela disse: "Sabendo o que está acontecendo em Londres e como o crime está aumentando, ele poderia facilmente ter desviado mais dinheiro para a polícia. Claramente, ele só quer criticar o governo. Fazer isso em face do que está acontecendo nas nossas ruas é absolutamente ultrajante."

Mas a Sra. Hall admitiu que os cortes do governo conservador para a polícia foram longe demais. Ela disse: “Aceito sem reservas que nunca devíamos ter cortado a polícia na medida em que o fizemos.


"Temos pressionado o governo por um tempo para aumentar a vigilância em todo o país e estou absolutamente satisfeita por haver agora uma mudança."