5 °C
Comunidade

Ajuda a caminho de Moçambique, mas falta dinheiro para entrega

|

D8db02be 44f5 4e2e a3dc 8de20d5151d2


Da Redação

A comunidade moçambicana no Reino Unido comemora o envio de mais de uma tonelada de doações para Beira. O container, com material de construção, camas, colchões, cadeiras de roda, carrinhos de bebê, medicamentos, entre outros itens de extrema necessidade, saiu de Bolton, na grande Manchester, no dia 2 de julho. A previsão é que a doação chegue à Moçambique no dia 10 de agosto.

O problema é que os doadores, organizados por Maria Luisa Moreno, do grupo The Smile of Hope, precisam arrecadar £1000 para conseguir descarregar a mercadoria em Beira. “Conseguimos pagar a primeira parte do transporte, que custou £1000, mas ainda nos falta a segunda parte do pagamento”, conta Maria Luisa. “Sem isso, não poderemos distribuir os mantimentos arrecadados no Reino Unido.”

Maria Luisa conta que um empresário português teria oferecido o valor, durante um encontro em Manchester, mas depois aparentemente teria desistido de fazer a doação.

Campanhas para arrecadação

A comunidade organizou uma festa no dia 12 de julho e planeja reunir alguns artistas em Moçambique para um show, tentando assim alcançar o valor que ainda falta para fazer chegar os mantimentos aos que precisam. Todas as doações serão entregues às vítimas da passagem do ciclone Idai - tempestade que deixou 603 mortos e mais de 1,5 mil feridos no país.

Maria Luisa está com viagem marcada para Moçambique, onde pretende ajudar na distribuição do material, certificando-se que a ajuda chegue ao destino certo. “Já houve casos de desvio e agora queremos evitar qualquer risco”, explica.

Maria Luisa e outros três voluntários terão a assistência do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

Na zona centro de Moçambique foram atingidas 3.504 escolas, afetando 335.132 alunos em vários subsistemas de ensino, e uma área de 715.378 hectares de diversas culturas alimentares. Nos distritos de Dondo, Búzi, Nhamatanda e Muanza, na província de Sofala, ainda há muita gente a precisar de ajuda para aguentar o dia-a-dia.

"O distrito de Búzi foi o que mais sofreu. Mas posso dizer que noutros distritos como Nhamatanda, Dondo e Muanza também temos populações que estão a precisar de apoio imediato de todo o tipo, como abastecer-lhes a comida e criar condições para a recuperação das suas vidas. Há distritos que sofreram mais, mas há que atender a todas as pessoas”, declarou o governador de Sofala, Alberto Mondlane.


Para doar diretamente ao The Smile of Hope, os dados bancários são: HSBC UK Bank, Sort Code 40-12-25, Account Number 92268043. Ou entre em contato com o grupo no website www.thesmileofhope.org.