23 °C
Reino Unido

UK elimina cartões de desembarque para passageiros internacionais

|

Reprodução

Landing card (1)


Por Arelys Gonçalves
Desde segunda-feira, 20 de maio, os passageiros internacionais não precisam mais preencher os famosos e complicados cartões de desembarque. De acordo com as informações do Ministério do Interior, este documento não será mais necessário para entrar no Reino Unido. Com a nova medida, os passageiros com passaporte não europeu também poderão usar os portões de controle eletrônico, que antes da data só estavam disponíveis para aqueles do país.
A decisão responde à transição de sistemas de controle manual para registros digitais. O Ministério do Interior notificou as Forças de Fronteira que nenhum passageiro será solicitado a preencher este cartão para entrar. A segurança nas fronteiras será apoiada pelas informações fornecidas pelas companhias aéreas, incluindo o nome, data de nascimento, nacionalidade e número do passaporte ou documento de identidade do passageiro. Além disso, era sabido que os viajantes da Austrália, Canadá, Japão, Nova Zelândia, Cingapura, Coréia do Sul e EUA poderão usar portas de passaporte eletrônico nos aeroportos.
Reduzir despesas

A razão para essa decisão é que aparentemente o uso de papel já é um procedimento obsoleto e a medida serviria para reduzir os custos em segurança. De acordo com o Ministério do Interior, essa exigência custa ao público mais de 3 milhões de libras por ano, com cerca de 11 milhões de cartões emitidos anualmente. Sua eliminação pode representar uma economia nas despesas do setor, liberar os guardas desses procedimentos para focar em outras tarefas mais efetivas.
Embora a medida tenha sido percebida como uma possibilidade de diminuir o trabalho em postos de controle e filas nos aeroportos, algumas organizações, como o Sindicato de Imigração, apontaram que isso poderia ter um impacto negativo de longo prazo e enfraquecer a segurança nos aeroportos e fronteiras do Reino Unido.