22 °C
Reino Unido

Britânicos são os que ficam bêbados com mais frequência no mundo

|

Amie Johnson/Unsplash

Amie johnson 1272491 unsplash


Da Redação

Os britânicos ficam bêbados com maior frequência do que todas as outras nacionalidades no mundo, sugere uma pesquisa global sobre drogas.

De acordo com um relatório que analisou os hábitos de consumo de 36 países no ano passado, o britânico relatou que ficou bêbado em média 51,1 vezes em um período de 12 meses, o que representa quase uma vez por semana.

Para o estudo, os pesquisadores entrevistaram mais de 120.000 pessoas em todo o mundo, dos quais 5.400 eram da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, entre 29 de outubro e 30 de dezembro.

Os países de língua inglesa lideraram na frequência com que seus cidadãos relataram que haviam se embriagado. Estados Unidos, Canadá e Austrália seguiram de perto o Reino Unido no topo do ranking mundial.

O relatório, que os pesquisadores dizem ser a maior pesquisa de drogas do mundo, também descobriu que o Reino Unido ocupa o segundo lugar atrás da Austrália em termos do número de pessoas que buscaram tratamento de emergência após o consumo de álcool nos últimos 12 meses.

Enquanto isso, os bebedores do Reino Unido lamentaram um pouco menos de um quinto (18,5%) de suas sessões de consumo, em comparação com 20% em todo o mundo.

Quando se trata de gênero, as mulheres relatam constantemente que se arrependem de beber mais do que os homens. No entanto, o relatório mostrou que as pessoas geralmente "querem ficar embriagadas".

O fundador da pesquisa, o psiquiatra consultor em dependência, Professor Adam Winstock, disse que muitas pessoas poderiam fazê-lo de uma forma potencialmente prejudicial e sugeriu que talvez seja hora de apresentar orientações sobre como as pessoas podem ficar bêbadas com segurança.

"Eles nos dizem que o excesso é ruim, e é, mas as diretrizes atuais fornecem pouca orientação sobre a diferença entre estar um pouco bêbado e muito bêbado.”

Enquanto as diretrizes do NHS não especificar um nível "seguro" de consumo de álcool, a organização recomenda que as pessoas que não bebam regularmente mais de 14 unidades de álcool por semana, o equivalente a cerca de nove copos de vinho.


"No Reino Unido, geralmente não fazemos moderação", acrescentou Winstock.