- °C
Comunidade

Mensagem para Banksy: há um muro à disposição em São Paulo

|

Instituto brasileiro não precisou pagar pelos dois anúncios em jornal e três painéis de rua – tudo pela continuação do trabalho de assistência social e psicológica em Capão Redondo



Por Marta Stephens


Primeiro foi um anúncio de um terço de página, publicado no jornal londrino Metro no dia 06/03. Dias depois, três painéis nas ruas de Londres com o mesmo anúncio, que também foi publicado no The Guardian. A mensagem é dirigida a Banksy. Um convite, em inglês, para que o artista britânico vá até o Brasil para fazer um de seus grafites nas paredes do Instituto Projeto Sonhar.

A entidade, criada em 2012, presta apoio psicológico e assistência social a famílias de baixa renda do Capão Redondo, em São Paulo. “Por enquanto, ainda não tivemos retorno do Banksy e nem de outros artistas, a campanha não acabou e não desistimos dele. Enquanto houver vida haverá esperança!”, diz Alex Sandro Gomes de Lima, fundador do instituto. A ideia é mesmo chamar atenção para o trabalho que o grupo desenvolve naquela comunidade, ao oferecer orientação em diferentes áreas, como saúde, educação, emprego, moradia e saúde mental.

A seguir, Alex explica um pouco mais da campanha.

Notícias em Português - Como o instituto se mantém?

Alex de Lima - Desde nossa fundação, em 2012, a manutenção é através de doações mensais e pontuais de pessoas que conhecem nosso trabalho e acreditam no que fazemos. São pessoas físicas e jurídicas, não temos ajuda de nenhuma esfera de governo. Temos uma despesa mensal de 27 mil reais, pagamos aluguel e nossa equipe recebe salário, pois cuidar e ajudar de pessoas é o nosso trabalho diário das 09h às 18h, de segunda a sábado. Esse trabalho é muito duro, porém muito gratificante. Aproveito para convidar quem tiver interesse em nos fazer uma visita, e ir até a casa de uma família que atendemos para bater um papo e tomar um café.

Acredita que a campanha pode surtir efeito em doações dos ingleses?

Sim, claro que acreditamos que possa ter um efeito e que não somente os ingleses, mas pessoas de outras nacionalidades. Essa provocação ao Banksy também tem o intuito de chamar atenção das pessoas a contribuir para nossa causa, e há várias formas, não somente financeira. Caso tenham interesse em ajudar é só acessar nosso site ou entrar em contato por e-mail contato@projetosonhar.org.

Como pagaram pela campanha?


Felizmente conseguimos tudo isso de forma gratuita, e ficamos felizes pela forma dos serviços de mídia inglesa nos apoiar. Amigos do Brasil fizeram a conexão com o pessoal em Londres, que se sensibilizou com a ideia, e aceitou logo de cara. Esse movimento nos faz acreditar que o Banksy vai topar e desenhar por uma causa nobre. Aproveito para deixar um convite a ele: “Banksy, nossas paredes estão à disposição. Adoraríamos receber uma obra sua. O Instituto Projeto Sonhar precisa de atenção.