10 °C
Portugal

Sistema português ocupa 13.º lugar em ranking de saúde europeu

|

Foto: Pixabay

Doctor 563428 1920 (1)


Da Redação - O Serviço Nacional de Saúde português teve desempenho modelo em 2018, o que garantiu à Portugal o 13.º lugar no ranking Euro Health Consumer Index, que valora os sistemas de saúde europeus. Os pontos fracos ainda são o tempo de agendamento de consultas e os registros de infecções hospitalares.


O ranking classifica anualmente 35 serviços nacionais de saúde na Europa, tendo como base indicadores como direitos e informação dos pacientes, acessibilidade, resultados, diversidade e abrangência dos serviços prestados, prevenção e produtos farmacêuticos. A lista é elaborada desde 2006 pela organização Health Consumer Powerhouse.


Em 2018, Portugal obteve 754 pontos, melhorando face aos 747 registados no ano anterior. Foi essa melhora que possibilitou o país passar de 14.º para 13.º lugar. A liderar o ranking está Suíça (893 pontos), seguido por Holanda (883), Noruega (857), Dinamarca (855) e Bélgica (849).


Em sentido inverso, o pior classificado é a Albânia (544 pontos), seguida pela Roménia (549), Hungria (565), Polónia (585) e Bulgária (591). Apesar da melhor classificação face ao ano anterior, Portugal continua de fora do "clube dos 800", ou seja, dos países que obtiveram 800 pontos nos indicadores avaliados, num ranking em que o máximo é mil.


Portugal fica ainda em sétimo lugar no conjunto dos países com maior tempo de espera para tratamentos de cancro e é o segundo pior (sem contar com a Albânia) nas carências não satisfeitas em exames dentários.