10 °C
Países Lusófonos

Cabo Verde ganha destaque pela redução da pobreza

|

Pixabay

Waiter 320792 1280 (1)


Da Redação - Um estudo do Banco Mundial (BM), publicado em janeiro, destacou Cabo Verde pelos resultados das políticas de combate à pobreza, entre os anos de 2001 e 2015. “Poucos países podem se igualar ao progresso de desenvolvimento de Cabo Verde ao longo do último quarto de século. Sua renda nacional bruta per capita (RNB) cresceu seis vezes. A pobreza extrema caiu dois terços, de 30% em 2001 (quando a medição da pobreza começou) para 10% em 2015, que se traduz numa taxa anual de redução da pobreza de 3,6%, superando qualquer outro país africano durante este período”, refere o responsável do estudo Bob Swinkeles, em co-autoria com Rohan longmore.


Como fatores que contribuíram para essa mudança estão a estabilidade política, o crescimento do turismo e a construção de infraestruturas, com destaque para as barragens no meio rural.


Segundo o mesmo estudo do BM, a pobreza não monetária também caiu rapidamente. “De muitas maneiras, Cabo Verde é uma estrela em desenvolvimento, e essas conquistas foram feitas apesar da desvantagem que enfrenta como uma pequena economia insular no meio do Atlântico”, acrescenta.


Mas o estudo levanta interrogações várias como: Que lições podem ser tiradas? E o que Cabo Verde deve fazer para manter este bom desempenho e superar os recentes desafios?


O documento é resultado de debates em uma série de quatro eventos realizados em Cabo Verde, como parte da disseminação do Diagnóstico Sistemático do País, preparado pelo Banco Mundial e validado pelo atual governo de Ulisses Correia e Silva.