- °C
Comunidade

Pesquisa pretende avaliar serviço de tradução em consultas médicas

|

Da Redação


Você já precisou dos serviços de tradução ou intérprete durante um atendimento médico no GP do seu bairro? Como foi a sua experiência? É isso o que o Grupo de Comissionamento Clínico de Lambeth - NHS Lambeth Clinical Commissioning Group (CCG) quer saber com o processo de revisão dos serviços de tradução e intérpretes para pacientes, junto dos médicos de clínica geral (GP surgeries), dentistas e ópticos-optometristas (opticians). O CCG disponibilizou online um relatório, e agora espera a adesão da população apta em respondê-lo. Uma das informações solicitadas diz respeito ao modo em que o serviço chegou ao conhecimento do paciente. “Você foi informado da possibilidade de um intérprete na marcação da consulta?”, questiona um dos pontos do inquérito. Ainda há quem não saiba, mas existem serviços de interpretação presencial e telefônica para o português em toda a rede de saúde pública do Reino Unido. A ideia é que essa pesquisa possa identificar alguns pontos problemáticos do serviço, e solucioná-los. Por exemplo, o tempo de espera por uma consulta com intérprete, que em alguns GPs pode ultrapassar duas semanas, e os casos não raros de GPs que pedem ao paciente que traga um familiar para servir de intérprete durante a consulta. O inquérito está disponível no site www.smartsurvey.co.uk, mas você também pode acessar pelo Facebook do Lambeth Portuguese Wellbeing Partnership.