1 °C
Comunidade

Situação política do Brasil discutida no parlamento inglês

|


Pag4Parlamento2

Foto: Brasil Ativo Press


(LONDRES) Da redação - O lançamento da Brazil Solidarity Initiative, movimento que pretende chamar atenção as ameaças à democracia no Brasil, uniu parlamentares do Labour Party britânico a ativistas brasileiros residentes em Londres. O ato aconteceu no parlamento inglês na terça-feira (20/11). O público foi tão acima do esperado, mesmo com a exigência de uma inscrição prévia pela internet, que foi preciso improvisar uma segundo espaço anexo para acomodar a todos.


O ato foi comandado pelo MP Richard Burgon, e teve o apoio e a presença dos também parlamentares do Labour Emily Thornberry and Chris Williamson. Os membros da House of Commons ouviram o discurso de Daniel Hunt, editor da Brasil Wire, plataforma independente de notícias, que atua em parceria com entidades de esquerda do país.


“Na condição de cidadão britânico residente no Brasil”, Daniel Hunt fez um cronograma dos fatos políticos que levaram a extrema-direita ao poder no país, com a eleição à presidência de Jair Bolsonaro (PSL). O Brazil Solidarity Initiative surgiu do temor de que direitos básicos dos brasileiros estão em risco.


“Não queremos estudar e entender a mecânica do que está sendo feito no Brasil e daqui a quarenta anos, não temos esse luxo. Precisamos que todos saibam como isso funciona agora, para que possam resistir na crença da independência, direitos humanos universais, princípios igualitários, participação popular, emancipação social e proteção do ambiente natural”, disse Daniel Hunt.


A prisão do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva foi lembrada em mensagens em cartazes erguidos pelos participantes. Na ocasião, também foi divulgado o website do Brazil Solidarity Initiative (www.brazilsolidarity.co.uk), que deve servir como canal de comunicação entre os participantes do movimento.



Pag4Parlamento1

Ato marcou o lançamento do movimento Brazil Solidarity Initiative, e reuniu parlamentares do Labour Party e ativistas brasileiros. Foto: Brasil Ativo Press