12 °C
Home

Surpresa jogo a jogo: o VAR mudou a liga espanhola

|

Pag31VAR.jpg 

A singularidade desta liga é a incorporação da arbitragem de vídeo como suporte para os juízes, que aumenta a imprevisibilidade do campeonato


Por Christian Teruel Fernández


Ao atingir o primeiro terço da temporada, já se pode tirar uma conclusão: esta é a liga mais imprevisível nos últimos anos. Salvando Messi como rotina extraordinária, foi instalada a surpresa jogo a jogo. E ao observar a classificação, o que aparece é uma tabela como aquelas de quando você jogava Season Mode para PES ou FIFA e fazia cara de “WTF?” pensando que os criadores não acertaram o conceito de simulação.
Sevilla líder; o Barcelona derrotado em Leganés e em casa pelo Betis; Real Madrid, após fulminar o Lopetegui e substitui-lo por Solari, mantém posição na Liga da Europa com grande crise de jogo e de resultados, com cinco derrotas, algumas de goleada como a última contra o Eibar; Espanyol e Alavés lutando por posições de campeões.

Situações anômalas que são dadas pelo bom trabalho dos modestos e talvez pelo VAR. Porque mais uma razão (talvez a mais importante) da singularidade desta liga é a incorporação da arbitragem de vídeo como suporte para os juízes. Tendo o uso sido bem sucedido no Mundial 2018, entra em jogo na La Liga Santander, embora visto até agora com luzes e sombras, ao contrário do que ocorreu na Rússia.
Luzes e sombras porque parece que os árbitros espanhóis estão custando um pouco a habituar-se. Eles precisam de um período de adaptação, mas é verdade que isso também implica que os membros que estão por trás das telas devem estar atentos para intervir e alertar corretamente e no prazo. Na Copa do Mundo, deu certo porque houve um treinamento melhor, ensaiando durante as partidas entre equipes e na Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Quando a aclimatação terminar, tudo estará pronto para resolver disputas.
Controvérsia do VAR

Polêmicas que em sua maioria vêm do apaixonado médio, que fica indignado com o mau uso do VAR sem saber regulação ou que foi informado de suas regras quando está a apenas clique. A controvérsia do VAR, seja por ideais de purismo ou justiça, é diferente. Não só os fãs, mas os jogadores, ex-jogadores, treinadores e jornalistas discutem com argumentos que variam entre a perda da essência e autenticidade para a vinda da justiça e da modernização necessária para ajudar os membros.
Mesmo assim, o debate é um tanto trivial, já que o VAR está aqui para ficar. Vem sido muito útil em análises de impedimento indevidamente cancelado, tornando a Liga um torneio mais justo e equitativo e, quem sabe, alterando a ordem estabelecida entre as equipes nos últimos anos. Se esse é o preço da justiça, saúdo as posições VAR, o random e Alavés como Campeões.