1 °C
Esporte

Ex-presidente do Sporting acusado de 56 crimes

|

Pag28EsportesBrunodeCarvalho

Bruno de Carvalho está preso desde o dia 11 de novembro e começa essa semana a ser ouvido pelo Tribunal de Barreiro (Foto: Reprodução).


(LONDRES) Da Redação - A situação do ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho só piora. Preso por junto com um dos líderes da claque Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido por Mustafá, começa a ser ouvido no Tribunal de Barreiro por suposto envolvimento no ataque à Academia do Sporting, em Alcochete.


Segundo a TVI, Bruno Carvalho deverá responder na justiça por 56 crimes, cujas acusações surgiram após o início da investigação do ataque de Alcochete, que aconteceu no dia 15 de maio. O ex-presidente do Sporting foi detido no domingo, dia 11 de novembro, momentos antes da partida entre os leões e o Chaves (2-1).


No mandato de prisão constam dois crimes de danos com violência; 20 de sequestro; um de terrorismo; 12 de ofensa à integridade física qualificada; um de detenção de arma proibida e 20 de ameaça agravada.


No âmbito esportivo, Bruno foi suspenso por 30 dias pelo Conselho de Disciplina da Liga. A suspensão não tem efeito prático, afinal ele já está afastado do time, sem nenhum cargo no Sporting, mas há uma multa de 3830 euros a ser paga. Isso devido a declarações "proferidas na rede social Facebook, com repercussão na imprensa desportiva".