8 °C
Brasil

Dom Joãozinho oferece acervo da família imperial para museu

|

(RIO DE JANEIRO) Por Denis Kuck - O trineto de Dom Pedro 2° e bisneto da Princesa Isabel, o fotógrafo e empresário Dom João Henrique de Orleans e Bragança, o Dom Joãozinho, anunciou que poderia emprestar parte do acervo da família imperial para ajudar na reconstrução do Museu Nacional, instituição fundada por Dom João VI em 1818. Entre os itens que poderiam ser doados estão quadros e coleções de fotos do último monarca brasileiro.



Dom Joãozinho

Dom João Henrique de Orleans e Bragança (Reprodução)


Dom Joãozinho visitou a Quinta da Boa Vista, onde fica localizado o museu, para ver de perto o estrago causado pelo incêndio que destruiu a maior parte do itens históricos que estavam na instituição. Ele disse que se sentia "chocado, triste e com raiva" pela tragédia.


O herdeiro da família imperial ressaltou que seu trisavô, quando foi para o exílio, deixou grande parte de seu acervo no Brasil. "O leite está derramado. Quem quer que diga que o prédio vai ser reconstruído não está dizendo a verdade. Este é um reflexo do Brasil de hoje, todo mundo é culpado. O Brasil tem dinheiro, mas ele é mal gasto, jogado fora", lamentou.


Segundo Dom Joãozinho, no entanto, a tragédia pode significar um "marco para uma reconstrução de valores do povo brasileiro".



Fogo MuseuMuseu Nacional sendo consumido pelas chamas (Tânia Rego/Agência Brasil)